O Sudeste Asiático enfrenta em 2015 a sua integração como mercado único

Os países da ASEAN, encontram-se divididos entre os complexos cenários políticos, a falta de reformas estruturais e o forte crescimento das suas economias

Madrid - 17-fev-2015

O Sudeste Asiático enfrenta em 2015 um momento crucial da sua história. A Associação de Nações do Sudeste Asiático [ASEAN] prevê formar uma Comunidade Económica denominada AEC, que irá promover de forma significativa o comércio interno e externo na região, os investimentos e o fortalecimento da região como bloco económico. A AEC congregará dez países num só mercado regional de livre fluxo de bens, serviços, investimentos, capital e mão-de-obra. Espera-se que em 2015 as suas economias cresçam até 5,1%, mais meio ponto do que em 2014, graças ao aumento do consumo privado [4,8%] e ao crescimento das exportações [5,7%].

A Indonésia, a Malásia, as Filipinas, Singapura, a Tailândia e o Vietname fazem parte desta Comunidade Económica, com características bem diferenciadas, tanto a nível político, como económico. A integração reduziria as barreiras comerciais, aumentaria os fluxos comerciais e as oportunidades de investimento. Não obstante, existem dúvidas se os diversos países da região se encontram preparados para a integração. Neste contexto, não se descarta um possível adiamento do lançamento da AEC, previsto inicialmente para 2015.

Indonésia

A Indonésia enfrenta profundos problemas estruturais. A Crédito y Caución prevê que o crescimento em 2015 acelere até posicionar-se acima dos 6%. Apesar da taxa de crescimento satisfatória, o fragmentado cenário político coloca obstáculos às reformas que se encontram pendentes, como os problemas de burocracia, corrupção, deficiências no sistema legal, inflexibilidade do mercado laboral e barreiras para o investimento estrangeiro. O défice orçamental cresceu desde 2010, impulsionado pelos subsídios aos combustíveis, que consomem 15% do orçamento nacional. O recente corte destes subsídios vai permitir aliviar o orçamento e aumentar as despesas em infraestruturas, saúde e educação.

Malásia

As peculiaridades da Malásia centram-se na sua população, uma mistura étnica e religiosa de muçulmanos malaios, chineses budistas, indianos hindus e indígenas, geradora de tensões raciais latentes. Em 2015, a Crédito y Caución prevê uma descida de mais de um ponto do crescimento do PIB, até 4,8% num ano marcado pela descida das exportações, pelo crescimento do consumo privado, pelo investimento e por importantes infraestruturas, como o comboio de alta velocidade. O retorno do negócio na Malásia é hoje mais favorável que o dos seus vizinhos da região, à exceção da vizinha Singapura, que apresenta um setor financeiro forte. Até agora também têm tido défices orçamentais elevados, devido aos subsídios aos combustíveis que agora começam a reduzir-se. Espera-se que o défice do orçamento diminua cerca de 3% em 2015, como consequência da subida de impostos.

Singapura

Singapura também tem uma população heterogénea composta por cidadãos de origem chinesa, malaia e indianos tamil hindus, sendo que em contraste com a vizinha Malásia, as tensões raciais são insignificantes. Centro financeiro para o Sudeste da Ásia, a economia de Singapura é, em certa medida, vulnerável, devido à sua grande dependência da procura dos seus sócios comerciais. Espera-se que em 2015 o crescimento económico supere os 3,4%, impulsionado pelos investimentos sobretudo em infraestruturas.

Filipinas

As Filipinas enfrentam problemas de segurança na região de Mindanau do Sul, devido às atividades dos muçulmanos rebeldes separatistas, e uma deterioração das suas relações com a China desde 2013. As pequenas empresas expressaram a sua crença de que a criação de um mercado único não será benéfica para elas. Desde 2012 que o crescimento económico tem vindo a ser muito elevado principalmente devido ao consumo privado, que representa cerca de 70% da economia, e também pelo aumento da procura de exportações, como a eletrónica. Em 2015 espera-se que o PIB cresça acima dos 6%, com uma classe média em crescimento. A expansão económica vê-se confrontada com um ambiente de negócios difícil, a corrupção e as deficiências ao nível das infraestruturas.

Tailândia

Durante 2013 e 2014, a instabilidade na Tailândia intensificou-se, conjugando manifestações massivas com violentos protestos de rua, que culminaram em maio de 2014 num golpe militar. Não são esperadas eleições gerais, pelo menos até 2016. Até agora, a estabilidade política foi recuperada com uma profunda divisão política, social e económica entre o norte urbano e o sul rural. Esta situação afetou a confiança do consumidor, nacional e internacional, e a desaceleração do crescimento económico, que em 2014 caiu para 0,5%. Em 2015 espera-se uma certa recuperação, até 2,9%. O setor bancário tailandês encontra-se relativamente bem desenvolvido e saudável do ponto de vista financeiro, embora não seja comparável à Malásia e à Singapura. As pequenas e médias empresas do país solicitaram a criação de um fundo para assegurar que terão recursos suficientes para aproveitar as oportunidades da criação do mercado único.

Vietname

O Vietname sofre do aumento das tensões com a China pelas reivindicações no conflito do Mar da China Meridional. O Vietname move-se lentamente de uma economia comunista centralizada num sistema de socialismo de mercado. O crescimento desacelerou desde a crise financeira de 2008, posicionando-se numa economia muito orientada para a exportação, especializada em têxteis e calçado. Atualmente, a economia está a movimentar-se para outros setores como a eletrónica. 

 

Sobre a Crédito y Caución

A Crédito y Caución  é um dos operadores líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, com uma quota de mercado de 23%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, há mais de 85 anos, protegendo-as dos riscos associados às vendas a crédito de bens e serviços. Desde 2008 é o operador do Atradius em Portugal, Espanha e Brasil.

Atradius é o operador global de seguros de crédito, presente em 50 países, que tem acesso a informação de crédito em mais de 100 milhões de empresas em todo o mundo. O operador global consolida a sua actividade no âmbito do Grupo Catalana Occidente.

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web utiliza cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

 

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais
_gid googletagmanager.com Regista um ID único que se usa para gerar dados estatísticos sobre como o visitante usa o site. 1 dia HTTP
_gat Script inline Usado pelo Google Analytics para reduzir a taxa de pedidos. 1 dia HTTP
_gat_UA-# Script inline Usado pelo Google Analytics para reduzir a taxa de pedidos. 1 dia HTTP
_gcl_au googletagmanager.com Usado pelo Google AdSense para experimentar a eficácia da publicidade em sites que utilizam os seus serviços. 3 meses HTTP
_ga googletagmanager.com Regista um ID único que se usa para gerar dados estatísticos sobre como o visitante usa o site. 2 anos HTTP

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais
NID google.com Necessário para o funcionamento do reCaptcha. Grava um código para evitar a usurpação de identidade do utilizador. 2 anos HTTP
TS# creditoycaucion.es Este cookie é necessário para o serviço de balanceador de carga. sessão HTTP
a_sescyc creditoycaucion.es Este cookie é necessário para o serviço de balanceador de carga 1 dia HTTP
JSESSIONID creditoycaucion.es Cookie de servidor Web para manter o estado da sessão do visitante entre pedidos de páginas. sessão HTTP

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais
VISITOR_INFO1_LIVE youtube.com Procura estimar a largura de banda dos utilizadores em páginas com vídeos do YouTube integrados. 179 dias HTTP
PREF youtube.com Regista um ID único que se usa para gerar dados estatísticos sobre como o visitante utiliza os videos do You Tube nos diferentes websites. 8 meses HTTP
IDE youtube.com Utilizado pelo Google DoubleClick para registar e comunicar a acção do utilizador do Website após visualizar ou clicar num dos anúncios do anunciante, com o objectivo de medir a eficácia de um anúncio e apresentar anúncios direccionados ao utilizador. 1 ano HTTP
GPS youtube.com Regista um ID único em dispositivos móveis para permitir o rastreamento com base na localização geográfica do GPS. 1 dia HTTP
1P_JAR youtube.com Este cookie fornece informações sobre a utilização do website pelo utilizador final e sobre a publicidade que o utilizador final viu antes de visitar o website. 2 anos HTTP
YSC youtube.com Regista uma identificação única para obter informações estatísticas sobre os vídeos do YouTube que o utilizador visualizou. sessão HTTP

Os cookies são pequenos arquivos de texto que as páginas web podem usar para tornar a experiência do usuário mais eficiente. A lei estabelece que podemos armazenar cookies no seu dispositivo se forem estritamente necessários para o funcionamento desta página. Para todos os outros tipos de cookies precisamos da sua permissão. Esta página utiliza diferentes tipos de cookies. Alguns cookies são colocados por serviços de terceiros que aparecem nas nossas páginas. A qualquer momento pode alterar ou retirar seu consentimento na "Declaração de Cookies" no nosso website. Saiba mais sobre quem somos, como pode entrar em contato connosco e como processamos os dados pessoais na nossa "Política de Privacidade".

 

O seu consentimento aplica-se aos seguintes domínios: www.creditoycaucion.es