Índia acelera crescimento em 2015

A Crédito y Caución prevê que o crescimento da Índia acelere em 2015, ainda que longe dos 9% anuais em que fixa o seu crescimento potencial.

Madrid - 21-jan-2015

A Crédito y Caución prevê que o crescimento económico da Índia acelere em 2015, ainda que se mantenha muito abaixo dos 9% que o seu índice de crescimento potencial a longo prazo pressupõe. O país asiático desacelerou significativamente desde 2011, após os elevados índices de crescimento registados em 2009 e 2010. A partir de 2013, a evolução do PIB readquiriu algum dinamismo. As últimas estimativas indicam que o crescimento terá atingido os 6% em 2014 e, de acordo com as previsões da Crédito y Caución, chegará aos 6,5% em 2015.

O desfasamento até aos 9%, em que se estima o crescimento potencial a longo-prazo, apoia-se nas deficiências no que se refere às infraestruturas e educação, nas dificuldades burocráticas e num sistema legal ineficaz para criar um enquadramento empresarial propício. Espera-se que o recomeço dos projetos de infraestruturas parados impulsione a recuperação e que, a médio prazo, esta se veja estimulada pelo aumento da classe média, pelo alto investimento, pela urbanização, pela melhoria do ambiente empresarial e por novas reformas estruturais.

Para além disso, o setor empresarial indiano padece de um excesso de dívida: o grau de endividamento médio das empresas não financeiras é de 87%, o mais alto de todos os mercados emergentes. Existe a preocupação de que os bancos não podem ou não querem financiar novos investimentos através das empresas, o que dificultará um maior crescimento económico.

Apesar das suas deficiências, a Índia é um grande mercado com um elevado potencial de crescimento. Com uma classe média a aumentar que constitui já entre 70 e 100 milhões de pessoas, gerando uma procura de bens de consumo e oportunidades de investimento local e estrangeiro, continua a ser um mercado que muitas empresas internacionais não se podem permitir a ignorar. Contudo, a entrada na Índia é complexa. O país apresenta várias deficiências estruturais: subdesenvolvimento do setor agrícola, fracas infraestruturas, legislação laboral pouco flexível, excesso de burocracia, rigidez das leis do solo e escassez de mão-de-obra qualificada, devido às carências educativas da maior parte da população. Todos estes fatores constituem barreiras ao investimento estrangeiro e a um maior crescimento.

Com uma postura mais orientada para o mercado livre, a atual Administração demonstrou uma vontade de impulsionar as reformas. Até agora, reduziu os subsídios de combustível diesel, planeou medidas para melhorar a burocracia indiana, o mercado laboral, o setor financeiro, as autorizações ambientais para projetos de investimento, e as facilidades para o investimento estrangeiro. No entanto, não há um calendário rigoroso para um imposto nacional sobre bens e serviços, o que impulsionaria o PIB substancialmente, eliminando as barreiras comerciais entre os diversos estados da Índia. Ainda existem limites de investimento estrangeiro direto em muitas áreas, incluindo no comércio a retalho, enquanto a privatização das empresas públicas não for incluída na agenda de reformas.

Nos últimos anos, a inflação persistente de mais de 9% e as elevadas taxas de juro desencorajaram tanto a procura dos consumidores como o investimento. Os elevados preços para o consumidor são motivo de preocupação na Índia, já que prejudicam o poder de compra de muitas famílias. Em Setembro de 2013, o Banco Central identificou a redução da inflação como o seu principal objetivo. Desde então, as taxas de juro a curto prazo de referência aumentaram três vezes até aos atuais 8%.

A Índia é o primeiro produtor mundial de carvão, mas a rede elétrica é muito pouco fiável e representa um dos principais obstáculos para a economia. A grande dependência das importações de petróleo e os elevados subsídios associados ao combustível são o calcanhar de Aquiles da economia da Índia. É previsível que a redução dos preços do petróleo tenha um impacto significativo na redução da inflação e no défice da balança de transações correntes.

A dívida pública da Índia tem sido tradicionalmente bastante alta, mas diminuiu significativamente nos últimos anos. Atualmente situa-se nos 50% do PIB e está financiada, em grande parte, internamente. O défice orçamental total, incluindo os estados federados, ascende aos 10% do PIB. As principais razões são uma base tributável baixa e um grande esforço financeiro para combustível, alimentos e fertilizantes.

A Índia continua a ser uma economia relativamente fechada. As exportações de bens e serviços representam apenas 26% do PIB. O risco associado ao país e o risco soberano mantêm-se baixos, já que a dívida externa ascende apenas a 20% do PIB, a situação de liquidez é cómoda e os défices em conta corrente são bastante baixos. Em 2013, a Índia, tal como outros mercados emergentes, enfrentou uma recuperação dos fluxos de capital estrangeiro motivados pela mudança de política da Reserva Federal dos Estados Unidos. Não obstante, em 2014 a Índia recuperou a confiança dos mercados financeiros internacionais e a desvalorização da rupia parou.

 

Sobre a Crédito y Caución

A Crédito y Caución  é um dos operadores líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, com uma quota de mercado de 23%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, há mais de 85 anos, protegendo-as dos riscos associados às vendas a crédito de bens e serviços. Desde 2008 é o operador do Atradius em Portugal, Espanha e Brasil.

Atradius é o operador global de seguros de crédito, presente em 50 países, que tem acesso a informação de crédito em mais de 100 milhões de empresas em todo o mundo. O operador global consolida a sua actividade no âmbito do Grupo Catalana Occidente.

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web utiliza cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

 

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais
GPS youtube.com Regista um ID único em dispositivos móveis para permitir o rastreamento com base na localização geográfica do GPS. 1 dia HTTP
VISITOR_INFO1_LIVE youtube.com Procura estimar a largura de banda dos utilizadores em páginas com vídeos do YouTube integrados. 179 dias HTTP
1P_JAR youtube.com Este cookie fornece informações sobre a utilização do website pelo utilizador final e sobre a publicidade que o utilizador final viu antes de visitar o website. 2 anos HTTP
PREF youtube.com Regista um ID único que se usa para gerar dados estatísticos sobre como o visitante utiliza os videos do You Tube nos diferentes websites. 8 meses HTTP
IDE youtube.com Utilizado pelo Google DoubleClick para registar e comunicar a acção do utilizador do Website após visualizar ou clicar num dos anúncios do anunciante, com o objectivo de medir a eficácia de um anúncio e apresentar anúncios direccionados ao utilizador. 1 ano HTTP
YSC youtube.com Regista uma identificação única para obter informações estatísticas sobre os vídeos do YouTube que o utilizador visualizou. sessão HTTP

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais
a_sescyc creditoycaucion.es Este cookie é necessário para o serviço de balanceador de carga 1 dia HTTP
JSESSIONID creditoycaucion.es Cookie de servidor Web para manter o estado da sessão do visitante entre pedidos de páginas. sessão HTTP
NID google.com Necessário para o funcionamento do reCaptcha. Grava um código para evitar a usurpação de identidade do utilizador. 2 anos HTTP
TS# creditoycaucion.es Este cookie é necessário para o serviço de balanceador de carga. sessão HTTP

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais
_gat Script inline Usado pelo Google Analytics para reduzir a taxa de pedidos. 1 dia HTTP
_gat_UA-# Script inline Usado pelo Google Analytics para reduzir a taxa de pedidos. 1 dia HTTP
_gid googletagmanager.com Regista um ID único que se usa para gerar dados estatísticos sobre como o visitante usa o site. 1 dia HTTP
_ga googletagmanager.com Regista um ID único que se usa para gerar dados estatísticos sobre como o visitante usa o site. 2 anos HTTP
_gcl_au googletagmanager.com Usado pelo Google AdSense para experimentar a eficácia da publicidade em sites que utilizam os seus serviços. 3 meses HTTP

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais

Os cookies são pequenos arquivos de texto que as páginas web podem usar para tornar a experiência do usuário mais eficiente. A lei estabelece que podemos armazenar cookies no seu dispositivo se forem estritamente necessários para o funcionamento desta página. Para todos os outros tipos de cookies precisamos da sua permissão. Esta página utiliza diferentes tipos de cookies. Alguns cookies são colocados por serviços de terceiros que aparecem nas nossas páginas. A qualquer momento pode alterar ou retirar seu consentimento na "Declaração de Cookies" no nosso website. Saiba mais sobre quem somos, como pode entrar em contato connosco e como processamos os dados pessoais na nossa "Política de Privacidade".

 

O seu consentimento aplica-se aos seguintes domínios: www.creditoycaucion.es