Crédito y Caución prevê uma evolução do mercado de bens de equipamento em 2014 díspar a nível mundial

A indústria regista uma recuperação lenta devido à crise e à queda da construção nalguns mercados.

Madrid - 03-set-2014

Crédito y Caución analisa no seu último Estudo de Mercado a situação do setor de bens de equipamento em diversos mercados no mundo. O relatório demonstra até que ponto o setor da produção de maquinaria se encontra interrelacionado com aqueles que a procuram, manifestando por isso uma evolução diferente em cada mercado.

No Brasil, o setor de bens de equipamento dirige-se totalmente aos setores agrícolas, siderúrgico e de mineração, que atualmente enfrentam margens muito baixas e atrasos nos pagamentos. Contrariamente, em Itália as máquinas agrícolas encontram-se a vender bem, enquanto o setor da construção e o automóvel não estão a produzir os níveis esperados, afetando desta forma, o setor de bens de equipamento.

Em França, este setor foi impulsionado pelo dinamismo da indústria aeroespacial, da agricultura e da energia nuclear, após o abrandamento gerado em 2012, bem como no primeiro semestre de 2013, devido principalmente à diminuição da procura da indústria automóvel e da construção. Desde o segundo semestre de 2013, a produção de maquinaria aumentou ligeiramente. Por outro lado, a queda das exportações em 2013 sofreu uma inversão desde o primeiro trimestre de 2014, quando as exportações para países da União Europeia, especialmente para a Alemanha, aumentaram 3,1%.

Na Dinamarca, o setor viu-se fortemente afetado pela crise financeira mundial, devido à sua exportação e pelo facto de o grosso da sua indústria ser constituído por PME’s. Após anos de redução de custos e de aumentar o número de atividades e resultados, a situação começou a estabilizar-se em 2012, pelo que os pedidos e o volume de negócios em geral voltaram a aumentar em 2013. No entanto, para muitas empresas, as margens e a falta de liquidez mantêm pressão sobre o setor.

Quando a indústria automóvel é a chave

No caso da Bélgica, o crescimento da sua economia supôs uma boa notícia para a produção de maquinaria e para a engenharia mecânica, demonstrando como este setor depende em grande medida do desempenho de outras indústrias chave que, finalmente se encontram em recuperação. Espera-se que a inversão na Bélgica aumente 3,5% em 2014 e 2,1% em 2015.

Melhor comportamento é esperado por parte da República Checa e do Reino Unido, onde a indústria automóvel se apresenta saudável, impulsionando as vendas de máquinas. A Crédito y Caución prevê um crescimento para a economia do Reino Unido de 2,4% em 2014 e de 2,7% em 2015, o que se irá refletir na evolução do setor de bens de equipamento. A indústria britânica melhorou desde o ano passado, graças à recuperação de determinados setores. No primeiro trimestre de 2014 a produção na construção aumentou 5,4% em relação a 2013. O setor automóvel constitui outro setor-chave para a maquinaria: tem vindo a registar um crescimento contínuo durante os últimos 12 meses e espera-se que a tendência se mantenha.

Por outro lado, a indústria de maquinaria checa beneficiará da recuperação da economia do país após a sua contração em 2011, e espera-se que os valores do setor aumentem 2,5% em 2014 e até 2,8% em 2015, com um investimento até 4,6% e 4,1% respetivamente. A indústria automóvel surge como o principal cliente deste setor na República Checa, que registou um aumento de 17% na produção entre janeiro e maio deste ano. A orientação exterior do setor checo de bens de equipamento vê-se beneficiada por um contexto de crescimento das exportações do país. Em 2014, a produção de máquinas cresceu entre 5 e 10% e as novas encomendas continuam a aumentar significativamente.

Ao longo de 2013 e até agora, as margens de benefícios mantiveram-se mais ou menos estáveis. Contudo, para melhorar a competitividade checa e o impulso das exportações, em novembro de 2013, o Banco Central interveio no mercado de câmbios através da compra de euros para enfraquecer a coroa face ao euro. Ainda que isto permita baixar os preços a nível externo, as empresas de matérias importadas estão a sentir o impacto negativo da depreciação da coroa.

Por seu lado, e como seria de esperar, a indústria alemã está bem estabelecida no que respeita às exportações, apesar da queda das vendas num dos seus principais mercados, Rússia, gravemente afetadas pela crise da Ucrânia. O setor da engenharia mecânica alemã obteve um bom resultado em 2011 e 2012. A produção do setor registou uma diminuição de 1% e as encomendas caíram em 2013, devido principalmente a uma menor procura interna e da zona euro. De acordo com a Associação de Engenharia Alemã, a entrada de pedidos diminuiu 3% no período março-maio de 2014 em comparação com o período homólogo do ano anterior. Os volumes de exportação diminuíram 0,9% no primeiro trimestre de 2014, mas um aumento das exportações para os Estados Unidos e União Europeia compensou uma menor procura dos países BRIC, especialmente da Rússia.

 

Sobre a Crédito y Caución

A Crédito y Caución é um dos operadores líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, com uma quota de mercado de 23%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, há mais de 85 anos, protegendo-as dos riscos associados às vendas a crédito de bens e serviços. Desde 2008 é o operador do Grupo Atradius em Espanha, Portugal e Brasil.

O Grupo Atradius é o operador global de seguros de crédito, presente em 50 países, que tem acesso a informação de crédito em mais de 100 milhões de empresas em todo o mundo.

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web utiliza cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

 

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais
GPS youtube.com Regista um ID único em dispositivos móveis para permitir o rastreamento com base na localização geográfica do GPS. 1 dia HTTP
VISITOR_INFO1_LIVE youtube.com Procura estimar a largura de banda dos utilizadores em páginas com vídeos do YouTube integrados. 179 dias HTTP
1P_JAR youtube.com Este cookie fornece informações sobre a utilização do website pelo utilizador final e sobre a publicidade que o utilizador final viu antes de visitar o website. 2 anos HTTP
PREF youtube.com Regista um ID único que se usa para gerar dados estatísticos sobre como o visitante utiliza os videos do You Tube nos diferentes websites. 8 meses HTTP
IDE youtube.com Utilizado pelo Google DoubleClick para registar e comunicar a acção do utilizador do Website após visualizar ou clicar num dos anúncios do anunciante, com o objectivo de medir a eficácia de um anúncio e apresentar anúncios direccionados ao utilizador. 1 ano HTTP
YSC youtube.com Regista uma identificação única para obter informações estatísticas sobre os vídeos do YouTube que o utilizador visualizou. sessão HTTP

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais
a_sescyc creditoycaucion.es Este cookie é necessário para o serviço de balanceador de carga 1 dia HTTP
JSESSIONID creditoycaucion.es Cookie de servidor Web para manter o estado da sessão do visitante entre pedidos de páginas. sessão HTTP
NID google.com Necessário para o funcionamento do reCaptcha. Grava um código para evitar a usurpação de identidade do utilizador. 2 anos HTTP
TS# creditoycaucion.es Este cookie é necessário para o serviço de balanceador de carga. sessão HTTP

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais
_gat Script inline Usado pelo Google Analytics para reduzir a taxa de pedidos. 1 dia HTTP
_gat_UA-# Script inline Usado pelo Google Analytics para reduzir a taxa de pedidos. 1 dia HTTP
_gid googletagmanager.com Regista um ID único que se usa para gerar dados estatísticos sobre como o visitante usa o site. 1 dia HTTP
_ga googletagmanager.com Regista um ID único que se usa para gerar dados estatísticos sobre como o visitante usa o site. 2 anos HTTP
_gcl_au googletagmanager.com Usado pelo Google AdSense para experimentar a eficácia da publicidade em sites que utilizam os seus serviços. 3 meses HTTP

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais

Os cookies são pequenos arquivos de texto que as páginas web podem usar para tornar a experiência do usuário mais eficiente. A lei estabelece que podemos armazenar cookies no seu dispositivo se forem estritamente necessários para o funcionamento desta página. Para todos os outros tipos de cookies precisamos da sua permissão. Esta página utiliza diferentes tipos de cookies. Alguns cookies são colocados por serviços de terceiros que aparecem nas nossas páginas. A qualquer momento pode alterar ou retirar seu consentimento na "Declaração de Cookies" no nosso website. Saiba mais sobre quem somos, como pode entrar em contato connosco e como processamos os dados pessoais na nossa "Política de Privacidade".

 

O seu consentimento aplica-se aos seguintes domínios: www.creditoycaucion.es