A Crédito y Caución prevê um aumento de 33% nas insolvências mundiais em 2022

A prorrogação dos estímulos fiscais e das exceções legislativas explicam o ainda baixo nível das insolvências empresariais.
 

Lisboa - 07-out-2021

 

 

A Crédito y Caución prevê que as insolvências mundiais aumentem 33% em 2022. De acordo com o mais recente relatório divulgado pela seguradora de crédito, o ainda baixo nível de insolvências registado este ano deve-se à prorrogação das medidas fiscais e à continuação das moratórias na aplicação da legislação sobre insolvências em muitos países. Por regiões, regista-se já um aumento na Europa em 2021, enquanto a América do Norte e a região da Ásia-Pacífico ainda denotam um relativo atraso. A partir de 2022, a Crédito y Caución prevê uma clara recuperação das insolvências nas três regiões devido ao fim dos estímulos fiscais e ao possível endurecimento das políticas monetárias resultante das crescentes pressões inflacionistas. “Está claro que, a curto prazo, a eliminação das ajudas poderá constituir um desafio para algumas empresas, na medida em que têm que voltar a operar num quadro de mercado sem apoios públicos significativos. Algumas são especialmente vulneráveis dado que se endividaram mais para sobreviver à pandemia do coronavírus”, explica o relatório. 

 

 

Contrariamente aos receios surgidos no início da pandemia, as insolvências empresariais apresentaram uma redução de 14% em 2020. Nesse ano, a França, Bélgica, Itália ou Espanha promulgaram leis que congelaram temporariamente os procedimentos de insolvência. Os países que introduziram menos alterações na sua legislação, como a Suécia, Dinamarca, Países Baixos, Irlanda, Japão ou Estados Unidos, registaram uma descida menos acentuada nas insolvências. As medidas de estímulo fiscal também desempenharam um papel crucial para conter as insolvências na Alemanha, França, Áustria, Bélgica, Países Baixos, Reino Unido, Estados Unidos, Canadá, Austrália ou Japão.

 

Em 2021, previa-se um incremento das insolvências a nível mundial, mas o prolongamento dos apoios fiscais em muitos países conteve os seus níveis. No entanto, os dados também sugerem que se criou uma bolsa de empresas financeiramente fracas que não conseguirão sobreviver quando as circunstâncias económicas normalizarem. A Crédito y Caución prevê que as denominadas empresas "zombies" materializem as suas falências nos quatro trimestres posteriores ao termo dos estímulos fiscais. Esta retirada dos incentivos fiscais já se verificou em alguns mercados como o Brasil, Turquia ou Rússia. Noutros casos, como a Austrália, Irlanda, Japão, Espanha ou Suécia, manter-se-ão até ao quarto trimestre de 2021 ou inclusive, como é o caso da Coreia do Sul, até ao segundo trimestre de 2022.

 

De acordo com as previsões da Crédito y Caución, no fecho de 2022 as falências terão aumentado na maioria dos mercados em comparação com os níveis anteriores à pandemia. Este incremento será especialmente assinalável em Itália (34%), no Reino Unido (33%), Austrália (33%), Finlândia (29%), Singapura (28%), Espanha (26%), Países Baixos (26%) e França (23%). Em Portugal, o incremento será de 14%. Durante este período, a Alemanha mostrará uma evolução das insolvências relativamente estável (2%) e, em menor escala, a Suécia (3%), Japão (4%) ou Estados Unidos (6%). O Brasil (-35%), a Coreia do Sul (-15%) e a Irlanda (-10%) serão os únicos mercados que, em 2022, apresentarão valores de insolvência substancialmente inferiores, comparativamente com os registados em 2019.  

 

Sobre a Crédito y Caución


Crédito y Caución é uma das marcas líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, com uma quota de mercado de 25%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, protegendo-as dos riscos de incumprimento associados a vendas a crédito de bens e serviços. A marca Crédito y Caución também está presente em Espanha e no Brasil. No resto do mundo opera como Atradius. Somos um operador global de seguro de crédito presente em mais de 50 países.  A nossa actividade consolida-se no Grupo Catalana Occidente.
 

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web utiliza cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

 

Marketing

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Necessárias

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Estadísticas

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Preferências

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.