A Crédito y Caución prevê um abrandamento do comércio mundial

O comércio internacional de bens registou uma recuperação generalizada, mas o comércio de serviços recupera de forma divergente entre regiões e setores. 
 

Lisboa - 14-set-2021

 

 

A Crédito y Caución prevê que o comércio mundial cresça acima do PIB mundial nos dois próximos anos, entre 8% e 10% em 2021 e nos 6% em 2022. Contudo, de acordo com a análise divulgada no mais recente Economic Outlook, a Crédito y Caución prevê um abrandamento do crescimento do comércio mundial a longo prazo.

 

 

O comércio internacional de bens registou uma recuperação generalizada: os automóveis, os bens de equipamento, os bens de consumo e os fornecimentos industriais voltaram a situar-se nos níveis pré-pandemia ou inclusive a superá-los no início do ano. Em comparação com o comércio de bens, os serviços estão a recuperar muito mais lentamente e de forma divergente entre regiões e setores. Enquanto as telecomunicações e os serviços financeiros regressaram aos níveis anteriores à pandemia na primavera, os serviços de viagens encontram-se claramente abaixo dos níveis pré-pandemia devido à depressão do turismo. Entre as regiões, o panorama também é bastante desigual. O comércio de serviços na região da Ásia-Pacífico já tinha recuperado os níveis anteriores à pandemia no final de 2020, enquanto outras regiões ainda sofrem com as restrições impostas, sobretudo às viagens internacionais. A Crédito y Caución prevê que nos próximos meses haja uma aceleração da recuperação do comércio internacional de serviços.

 

A seguradora de crédito prevê que os atuais constrangimentos e tensões na cadeia de fornecimento mundial, que elevam os custos e dificultam o comércio, se dissipem durante o próximo ano e meio à medida que se amplie a capacidade dos contendores e se relaxem as prorrogativas aduaneiras e outros processos logísticos relacionados com a Covid-19. Contudo, a longo prazo, a Crédito y Caución prevê um abrandamento do crescimento do comércio mundial, que se aproximará das taxas de evolução do PIB mundial. Entre 1990 e 2011, a elasticidade do comércio em relação com o PIB foi de 2,2, mas diminuiu aproximadamente 1,0 durante a última década.

 

Esta evolução deve-se a vários fatores estruturais. A composição da procura mundial deslocou-se para as economias emergentes, geralmente menos abertas. Além disso, à medida que se desenvolve, a China afasta-se do crescimento impulsionado pelo investimento, o que implica um crescimento menos intensivo do comércio. As cadeias de fornecimento mundiais também amadureceram e a quota global da cadeia de fornecimento no comércio mundial estagnou desde 2011. Outros fatores determinantes são as tensões comerciais, o aumento dos custos laborais e o aumento dos riscos de abastecimento. Além disso, a liberalização do comércio parou, não tanto pela imposição de tarifas, mas por causa de regulamentações e barreiras não tarifárias.

 

O clima geral para o comércio mundial apresenta um panorama misto. A incerteza da política comercial diminuiu notoriamente, já que os Estados Unidos atuam de forma mais previsível e a ameaça de uma guerra comercial com a União Europeia é agora remota. Contudo, com a China as coisas são diferentes. A atual Administração norte-americana mantém inalteradas as tarifas, impostos e obrigações de importação de produtos norte-americanos. Espera-se que esta situação de trégua se mantenha em 2021 e 2022, mas a questão da competitividade internacional relacionada com o enfoque chinês para a economia, onde as empresas estatais e as grandes subvenções desempenham um papel fundamental, está na agenda dos Estados Unidos e também da União Europeia.

 

Sobre a Crédito y Caución


Crédito y Caución é uma das marcas líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, com uma quota de mercado de 25%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, protegendo-as dos riscos de incumprimento associados a vendas a crédito de bens e serviços. A marca Crédito y Caución também está presente em Espanha e no Brasil. No resto do mundo opera como Atradius. Somos um operador global de seguro de crédito presente em mais de 50 países.  A nossa actividade consolida-se no Grupo Catalana Occidente.
 

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web utiliza cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

 

Marketing

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Necessárias

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Estadísticas

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Preferências

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.