Serviços e comércio automóvel lideram insolvências

Insolvências em março aumentam quase 26% face ao mês homólogo de 2016. O número total de empresas insolventes nos três primeiros meses do ano é superior em mais de 13% ao valor registado em 2016.

Madrid - 10-abr-2017

 

Em março de 2017, as insolvências registaram um aumento de 25,8% face ao mês homólogo de 2016, com um total de 776 empresas insolventes, mais 159 que no mesmo período em 2016. Em valor acumulado, as insolvências em Portugal apresentam-se acima dos números registados em 2015 e 2016, com mais 253 insolvências registada face a 2016.

 

 

Até ao final do mês de março foi registado um total absoluto de 1.224 declarações de insolvência, mais 389 que em março de 2016 (acréscimo de 46,6%), o que resulta no aumento total das insolvências no primeiro trimestre deste ano, comparativamente a igual período do ano transacto.

 

No período em análise, o aumento mais notório de insolvências regista-se nos setores de Serviços (aumento de 29,8%) e Comércio de Veículos (acréscimo de 23%). Em pólo oposto, o decréscimo de insolvência neste período é mais significativo nos setores da Indústria Extrativa (decréscimo de 33,3%) e nas Telecomunicações (redução de 25%). Outros setores que em março deste ano também apresentam um decréscimo de dois dígitos no número de empresas insolventes são as atividades de: Eletricidade, Gás, Água (decréscimo de 12,5% face a igual período de 2016) e Agricultura, Caça e Pesca (variação positiva de 12%).

 

O aumento mais significativo de insolvências foi registado em Lisboa, ao passar de 449 para 628 empresas insolventes, mais 179 do que em 2016 (aumento de 39,9%). O Porto também apresenta um valor elevado, 430 empresas, no entanto, diminuíram em 0,7% face a 2016. Santarém e Coimbra apresentam decréscimos significativos, menos 20,3% e 27,4% respetivamente.

 

Os distritos que revelam aumentos mais notórios no número de empresas insolventes são Madeira e Setúbal, com aumentos de 45,5% e 39,3% respetivamente.

 

Constituições crescem 2%

Em março de 2017 foram constituídas 4.101 novas empresas, mais 682 que no período homólogo (aumento de 19,9%). Em termos acumulados verifica-se acréscimo desde 2016.

 

O número de constituições evidenciou um crescimento em Faro e Setúbal, mais 6% e 6,8% respetivamente. O maior número de constituições continua a ser registado nas áreas metropolitanas, Lisboa com 32,4% e o Porto com 17,5%. Não se verificam descidas significativas, tendo a maioria dos distritos mantido o peso das constituições.

 

No que respeita aos setores de atividade, apenas o da Construção e Obras Públicas (acréscimo de 0,9%) e o de Serviços (mais 2,8%) apresentam aumentos significativos.

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web utiliza cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

 

Marketing

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Necessárias

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Estadísticas

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Preferências

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.