Mercado do Aço continuará a sofrer em 2017

O sector do aço apresenta um complicado comportamento nos pagamentos, marcado pelo excesso de capacidade, redução da procura e pressão sobre os preços.

Madrid - 13-out-2016

 

 

A China é o epicentro das profundas mudanças no sector do aço, que apresenta a nível global um comportamento complicado face aos pagamentos, marcado pelo excesso de capacidade, baixa procura, pressão sob os preços e pelos altos custos de produção, segundo revela o mais recente estudo difundido pela Crédito y Caución. Até muito recentemente, o país asiático foi um motor de crescimento para a indústria do aço, dando resposta a metade da procura mundial. No entanto, desde 2014 a procura chinesa diminuiu significativamente: não só deixou de importar como também o sector produtivo tem aumentado significativamente as suas exportações. Em 2015, estas aumentaram 20% e em 2016 podem reduzir em até dois dígitos. À medida que os excedentes de aço da China foram encontrando o seu caminho nos mercados internacionais, os seus baixos preços exerceram uma pressão global, o que provocou reduções em até 40% nas quotas de alguns metais e problemas de sobrecapacidade em todo o mundo.

Apesar deste incremento nas exportações, o sector do aço na China regista um mal comportamento nos pagamentos nos últimos dois anos e um aumento substancial das insolvências. Prevê-se que a demanda do aço na China diminua, contudo, um adicional de 4% em 2016 e 3% em 2017. Face a este contexto, o governo chinês quer reduzir a sobreprodução do aço e consolidar a indústria concentrando os 60% da capacidade total em dez principais produtores.

Na Índia, as importações de aço aumentaram quase 3%, ao mesmo tempo que as exportações diminuíram 27%. A fim de proteger os produtores nacionais do aço barato, principalmente chinês, o governo indiano fixou preços mínimos de importação e diversas barreiras não tarifárias num contexto que que se espera que a procura nacional por aço aumente em 6% devido ao impulso da construção, bens de consumo duradouros e projectos públicos de melhoria de infra-estruturas e habitação.

Na Alemanha, os balanços de muitas empresas de aço evidenciam perdas, já que o excesso de capacidade e a redução dos preços geraram uma forte concorrência, com menores vendas e margens. Apesar de tudo, o sector registou ligeiros crescimentos que mostram a sua capacidade para enfrentar as importações baratas da China e outros concorrentes estrangeiros com a sua vantagem competitiva: produtos de alta tecnologia para subsectores como a automação, construção e engenharia mecânica.

No Reino Unido, à situação geral do mercado adiciona-se a incerteza devido ao Brexit, que afetou especialmente a construção. Em Itália, o sector está submerso num processo de consolidação e fusão de operadores para fazer frente a um histórico muito complexo: a produção italiana de aço diminuiu mais de 7% em 2015 e mantém a mesma tendência em 2016. Para além de uma diminuição da procura interna, o sector enfrenta o baixo custo do aço chinês, 15% mais barato, e o encerramento de alguns dos mercados mais importantes para a exportação, que impuseram limites às importações.

 

Sobre a Crédito y Caución

A Crédito y Caución é um dos operadores líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, com uma quota de mercado de 25%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, há mais de 85 anos, protegendo-as dos riscos associados às vendas a crédito de bens e serviços. Desde 2008 é o operador do Atradius em Portugal, Espanha e Brasil.

Com uma quota do mercado de 23%, a Atradius é o operador global de seguros de crédito, presente em 50 países, que proporciona a cobertura em 240 mercados e tem acesso a informação de crédito em mais de 200 milhões de empresas em todo o mundo. O operador global consolida a sua actividade no âmbito do Grupo Catalana Occidente.

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web utiliza cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

 

Marketing

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Necessárias

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Estadísticas

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Preferências

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.