Aumento da divida corporativa afeta insolvência empresarial nos países emergentes

O risco concentra-se nos setores mineiro, energia, materiais de construção e imobiliário. As empresas da Turquia são as mais vulneráveis, seguidas das sediadas no Brasil, Indonésia e India.
Madrid - 24-mai-2016

O último relatório divulgado pela Crédito y Caución alerta para os efeitos do aumento acentuado da dívida corporativa nas economias emergentes, que está a gerar dúvidas sobre a solvência empresarial, dado o ambiente económico marcado pelo abrandamento do comércio mundial, o  baixo preço das commodity, a diminuição das margens, a desvalorização das moedas e a normalização das taxas de juro nos Estados Unidos.

 Embora o relatório da seguradora de crédito líder em Portugal não preveja a generalização do problema no setor empresarial nos países emergentes, alerta para o aumento dos riscos em determinados setores e países. No período de `dinheiro barato´, que se sucedeu à crise financeira, as empresas dos países emergentes dos setores mineiro, energia, materiais de construção e imobiliário aumentaram significativamente o seu endividamento, crescendo em 15 mil milhões de dólares desde 2008 e o rácio médio da divida - PIB ampliou-se em 40 pontos percentuais até superar os 100%, muito acima do rácio médio de 86% nas economias avançadas.

A maior parte deste aumento relaciona-se com os acontecimentos na China. Excluindo o gigante asiático, o aumento do rácio médio da divida corporativa – PIB nos emergentes é mais modesto, de 12% do PIB para 53%. Existem importantes diferenças entre os países, no que se refere ao ritmo a que está a crescer a dívida e a forma como se financia. Nesse sentido, o aumento dos coeficientes corporativos de divida-PIB mais pronunciado registou-se na Turquia, Brasil, Rússia e Malásia. As empresas na Turquia são as mais vulneráveis, seguidas das empresas no Brasil, Indonésia e India ao estarem mais expostas aos riscos de refinanciamento. Em menor medida, é também o caso das empresas na Rússia, África do Sul e México.

 

Sobre a Crédito y Caución

A Crédito y Caución é um dos operadores líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, com uma quota de mercado de 25%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, há mais de 85 anos, protegendo-as dos riscos associados às vendas a crédito de bens e serviços. Desde 2008 é o operador do Atradius em Portugal, Espanha e Brasil.

Com uma quota do mercado de 23%, Atradius é o operador global de seguros de crédito, presente em 50 países, que proporciona a cobertura em 240 mercados e tem acesso a informação de crédito em mais de 200 milhões de empresas em todo o mundo. O operador global consolida a sua actividade no âmbito do Grupo Catalana Occidente.

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter