Setor da construção deixa para trás recessão

Melhoria global do setor da construção marcado pelo crescimento na Alemanha e nos Estados Unidos e pelo arranque, depois de momentos difíceis, em Espanha, França, Itália.

Madrid - 01-mar-2016

Depois de uma intensa reestruturação global após a crise financeira de 2008, o sector da construção começou a normalizar a sua atividade, segundo confirma o último relatório da Crédito y Caución. `Os mercados desenvolvidos oferecem uma perspectiva mais positiva a curto prazo quando comparado com anos anteriores, à medida que retrocedem as consequências da crise financeira mundial, existe uma recuperação dos rendimentos das famílias e melhoram as finanças públicas´, refere o relatório. Em França, Itália, Holanda ou Espanha continua a recessão sofrida pela construção, enquanto os Estados Unidos ou a Alemanha registam um crescimento persistente.

A desaceleração da economia na China tem consequências no rendimento deste sector noutros países, como a Austrália. Por outro lado, a forte descida do preço do petróleo também impactou o sector: por um lado constitui um obstáculo para a actividade nos países produtores, como os Emirados Árabes Unidos; por outro, supõe uma ajuda indireta noutros mercados, devido ao alívio da carga do orçamento público e o aumentos dos rendimentos disponíveis das famílias.

Apesar da melhoria da actividade, a elevada concorrência empresarial, a pressão sobre os preços e as margens, gera atrasos nos pagamentos e problemas de liquidez nas empresas com uma dimensão reduzida. `A percentagem de falhas nas operações deste sector continua a ser mais elevada comparada com a maioria dos outros setores´, conclui o relatório.

A incerteza em Espanha arrefece o sector 

Em Espanha, o principal destino de exportação de Portugal, o setor da construção voltou ao crescimento em 2015 e prevê-se que continue em 2016 e 2017, impulsionado pela recuperação económica, o investimento estrangeiro e a confiança empresarial.

De acordo com as previsões incluídas no relatório prevê-se que a construção de residências cresça acima dos 4% nos próximos anos, especialmente impulsionada pela evolução do mercado em Madrid e Barcelona. Também crescerá, ainda que com menor intensidade, a construção não residencial, de lojas e escritórios, graças à recuperação da procura interna. As obras públicas tiveram um intenso crescimento de 6% em 2015, um ano de muitos processos eleitorais. No entanto, a incerteza institucional actual poderá afetar os investimentos em 2016.

Após o abalo progressivo de grande parte do tecido setorial, sentido desde 2008, as margens de lucro das empresas de construção melhoram ligeiramente em 2015. Espera-se que esta tendência continue num ambiente de melhoria do acesso do sector ao financiamento bancário, redução dos seus extensos prazos de pagamento, e descida das insolvências.

 

Sobre a Crédito y Caución

A Crédito y Caución  é um dos operadores líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, com uma quota de mercado de 25%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, há mais de 85 anos, protegendo-as dos riscos associados às vendas a crédito de bens e serviços. Desde 2008 é o operador do Atradius em Portugal, Espanha e Brasil.

Atradius é o operador global de seguros de crédito, presente em 50 países, que tem acesso a informação de crédito em mais de 200 milhões de empresas em todo o mundo. O operador global consolida a sua actividade no âmbito do Grupo Catalana Occidente.

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web utiliza cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

 

Marketing

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Necessárias

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Estadísticas

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Preferências

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.