Quadro 500 regista melhorias na Europa e agravamentos na China

O setor metalurgico chinês regista as piores previsões possíveis na escala do Quadro 500 da Crédito y Caución.
Madrid - 12-jan-2016

O Quadro 500, que inclui quinhentas previsões detalhadas de comportamento por setores e mercados, realizadas por analistas da Crédito y Caución, concentra as suas alterações em alguns dos principais mercados de exportação portuguesa.

Em França, verifica-se a melhoria das previsões de Consumo Duradouro [de Desfavoráveis a Favoráveis] e as do setor dos Serviços [de Desfavoráveis a Favoráveis] impulsionadas pela melhoria do clima de negócios no setor do retalho e do poder de aquisição dos lares franceses.

Em Itália, a melhoria da confiança dos consumidores e a recuperação económica melhoram as previsões de Consumo Duradouro [de Favoráveis a Boas]. Também se verifica uma boa evolução do setor dos Serviços [de Favorável a Bom], marcada pelas perspetivas de crescimento e bons resultados de alguns subsetores como o Turismo. O transporte tem mostrado sinais de recuperação em 2015, devido à descida de preços do combustível, e as suas previsões melhoraram [de Desfavoráveis a Favoráveis].

Também existem melhorias nas perspetivas de outros mercados europeus como a Polónia, onde o setor agrícola [de Favorável a Bom] superou com êxito as dificuldades em relação à proibição das importações de alimentos da Rússia; ou a Suécia, onde as previsões de Bens de Consumo Duradouro [de Favoráveis a Boas], ou Eletrónica [de Favoráveis a Boas], registaram uma descida significativa das insolvências.

A única pioria da Europa verifica-se em Portugal, onde o setor Químico Farmacêutico [de Favorável a Desfavorável] regista um agravamento no comportamento de diversos subsetores.

Agravamento na China

Na Ásia, a China regista uma pioria no setor Metalúrgico, que regista já as piores previsões de comportamento possíveis da escala. O setor confronta-se com a considerável descida do preço das matérias-primas, a atual desaceleração económica do país e o excesso de capacidade.

As previsões contidas no Quadro 500, que incluem meio milhar de perspetivas detalhadas de comportamento por setores e mercados, são realizadas por analistas de riscos que avaliam diretamente o risco associado às empresas de cada mercado, quando uma empresa portuguesa assegurada pela empresa quer fechar uma operação comercial nos mercados exteriores. A Crédito y Caución é o único operador português de seguro de crédito integrado num operador global relativo ao comércio exterior, Atradius, que conta com a presença direta em 50 mercados e a cobertura em qualquer país do mundo através de centros de experiencia que analisam e subscrevem o risco desde a equipa mais próxima ao comprador.

 

Sobre a Crédito y Caución

A Crédito y Caución  é um dos operadores líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, com uma quota de mercado de 25%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, há mais de 85 anos, protegendo-as dos riscos associados às vendas a crédito de bens e serviços. Desde 2008 é o operador do Atradius em Portugal, Espanha e Brasil.

Atradius é o operador global de seguros de crédito, presente em 50 países, que tem acesso a informação de crédito em mais de 200 milhões de empresas em todo o mundo. O operador global consolida a sua actividade no âmbito do Grupo Catalana Occidente.

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter