Recuperação a nível mundial, mas principais riscos mantêm-se

De acordo com os especialistas da Crédito Y Caución, é necessário manter precaução no investimento em novos negócios assim como na transacção com parceiros recorrentes.

Madrid - 11-fev-2010

A estabilidade nas principais economias europeias continua. A Alemanha, quarta maior economia do Mundo, manteve-se, no último trimestre do ano passado, no rumo da recuperação, prevendo-se um crescimento de 2% em 2010. A contracção do PIB britânico foi inferior ao esperado, e as previsões de desemprego para o corrente ano foram revistas em baixa. Por outro lado, a economia espanhola começa a inverter o rumo depois de ter sofrido uma grande quebra nos primeiros meses de 2009.

Após um ligeiro aumento, em Outubro passado, da mediana da frequência das expectativas de risco de incumprimento [EDF - Expected Default Risk Frequency] na maior parte das principais economias, em Novembro registou-se novamente a tendência de descida que assistimos durante vários meses. A Alemanha e Holanda apresentaram o maior decréscimo [11 pontos base], seguidas pelos Estados Unidos da América [7 pontos base] e pelo Reino Unido [4 pontos base]. A França registou o segundo aumento mensal consecutivo e, mesmo assim, apenas por um ponto base.

A frequência das expectativas de risco de incumprimento [EDF] tem por base as empresas cotadas no respectivo mercado e a probabilidade de incumprimento em diversos sectores no ano seguinte. Esta probabilidade é calculada com base em três factores: o valor de mercado dos activos da empresa, a sua volatilidade e a actual estrutura de capitais.

Para Bélgica, Alemanha, Holanda e Reino Unido, a mediana da EDF registada em Novembro passado foi a mais baixa do ano. No entanto, os valores para todos os mercados monitorizados estavam ainda acima do seu referencial de longo prazo, traduzindo um elevado risco de incumprimento entre as empresas cotadas. Ainda se espera, nos próximos meses, um aumento de insolvências na maior parte dos principais mercados, no entanto serão menos do que em 2009. De acordo com os especialistas da Crédito Y Caución, é necessário manter precaução no investimento em novos negócios assim como na transacção com parceiros recorrentes. Essencialmente, as empresas deverão ter mais cuidado em todas as transacções realizadas. monitorizando as alterações ao nível do pagamento dos clientes recorrentes e tendo um cuidado especial a avaliar a capacidade financeira em novas oportunidades.

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web utiliza cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

 

Marketing

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Necessárias

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Estadísticas

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Preferências

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.