Trabalhar na `cloud? altera hábitos no setor da eletrónica de consumo

Enquanto na Alemanha se prevê um impulso graças a uma nova geração de consolas, na França e nos Países Baixos, a tecnologia da cloud converteu-se numa necessidade para as empresas.
Madrid - 20-jun-2014

 
Se há algo que define o setor da Eletrónica de Consumo e Tecnologias de Informação e Comunicação [TIC] é a inovação constante. Os consumidores esperam ter ao seu alcance a geração seguinte de dispositivos eletrónicos. Para as empresas do setor, esta expectativa que se gera representa não só um desafio, como também uma oportunidade. Um desafio, uma vez que é difícil corresponder de uma forma continuada à dinâmica da inovação, e uma oportunidade, porque assegura a continuidade dos seus rendimentos.


O relatório elaborado pela Crédito y Caución  ilustra o comportamento desigual das indústrias nos países referidos neste `Monitor de Mercado´. Enquanto que na Alemanha se espera que a Eletrónica de Consumo receba um impulso graças a uma nova geração de consolas de videojogos, em França e nos Países Baixos, a denominada Nuvem Digital converteu-se numa necessidade para muitas empresas, já que reduz o custo do investimento em hardware nos escritórios.

Apesar da situação financeira de muitas empresas pequenas ser instável e apresentar margens de lucro estreitas, em França espera-se que o mercado da eletrónica e das TIC recupere ligeiramente em 2014, tendo em conta o ligeiro aumento conseguido no final de 2013, com investimentos a rondarem os 43,5 milhões de euros.

Para o subsetor de dispositivos, prevê-se um aumento nas vendas dos tablets que irá superar as vendas dos PC no ano 2014. Atualmente 29% das famílias francesas utiliza um tablet. Em 2013 venderam-se 6,2 milhões de tablets e espera-se atingir 7,5 milhões de unidades em 2014.

No caso da Alemanha, no geral, as empresas de todos os subsetores [tecnologia da informação, telecomunicações e eletrónica de consumo] anunciam boas previsões para enfrentar 2014. As melhores previsões para este exercício são esperadas nas vendas de eletrónica de consumo, que aumentará 1,7% em 2014 após uma ligeira quebra de 0,5% em 2013, assim como as vendas de smartphones e tablets.

Nos Países Baixos, no segmento de software, detetou-se um aumento no investimento na `Nuvem Digital´. Esta obteve um crescimento constante que rondou os 2 – 2,5% por ano e espera-se que continue assim em 2014.

 

EUA líder em Inovação, crescimento e benefícios

A procura de smartphones e tablets continua forte a nível mundial com muitos fabricantes e retalhistas a beneficiar das vendas nos mercados emergentes da eletrónica. O melhor exemplo encontra-se nos EUA, onde o setor atravessa um período de inovação, crescimento e benefícios. Prevê-se que os smartphones continuem a ser a principal fonte de investimentos da indústria. Os distribuidores que mostraram capacidade para proporcionar serviços de valor acrescentado conseguiram beneficiar com um aumento das vendas. Pelo contrário, uma voraz competitividade trouxe consigo uma diminuição das margens dos distribuidores.

Nos EUA prevê-se um aumento anual de 2.4% nos investimentos da indústria de eletrónica de consumo. Espera-se ainda um crescimento significativo em produtos de categorias como a impressão em 3D, a tecnologia portátil [dispositivos de saúde e fitness / relógios inteligentes], tecnologias Bluetooth, televisões HD Ultra e PC’s convertíveis.

 

Sobre a Crédito y Caución

A Crédito y Caución é um dos operadores líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, com uma quota de mercado de 23%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, há mais de 85 anos, protegendo-as dos riscos associados às vendas a crédito de bens e serviços. Desde 2008 é o operador do Grupo Atradius em Espanha, Portugal e Brasil.

O Grupo Atradius é o operador global de seguros de crédito, presente em 50 países, que tem acesso a informação de crédito em mais de 100 milhões de empresas em todo o mundo.

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter