Crédito y Caución prevê melhorias na economia mundial

Crédito y Caución prevê que a economia global cresça 2,9% em 2014 e que se suprima o fosso entre o crescimento dos mercados emergentes e avançados.

Madrid - 28-mai-2014

Crédito y Caución, um dos operadores líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, prevê que a economia mundial cresça 2,9% em 2014 e 3,2% em 2015. Como resultado deste progresso do comportamento, o Economic Outlook da Primavera, divulgado pela asseguradora prevê que o comércio internacional se expanda 4,5% em 2014.

 

 

A seguradora Crédito y Caución reviu em baixa as suas previsões de crescimento das economias emergentes que difundiu no outono. O ajuste é especialmente importante na América-Latina, cuja previsão se fica pelos 2,2%, menos 0,9 pontos do que no outono. Na Ásia, com um crescimento estimado de 4,5%, a redução é mínima, sendo apenas de 0,1 ponto.
 
Pelo contrário, as previsões para os EUA e para a zona euro são revistos em alta, com 0,1 e 0,3 pontos percentuais respetivamente. A lacuna entre o crescimento dos mercados emergentes e as economias avançadas vem sendo cada vez mais corrigida. O comportamento da zona euro tem sido melhor que o esperado e a Crédito y Caución antevê que o seu crescimento alcance 1,2% em 2014. A economia dos EUA também está em retoma e o seu crescimento alcançará 2,7% este ano.

O relatório divulgado pela Crédito y Caución menciona quatro circunstâncias que poderiam modificar estas previsões: por um lado, a normalização da política monetária dos EUA poderia abrandar ainda mais o crescimento dos mercados emergentes; além disso, a sustentabilidade do crescimento económico chinês é incerto; em terceiro, a escala da tensão entre a Rússia e o Ocidente poderia prejudicar a economia; e, por último, a recuperação da zona euro continua frágil.

 

O ambiente de insolvências melhorará na zona euro

Neste contexto de crescimento, o relatório divulgado pela Crédito y Caución prevê que o ambiente de insolvência melhore na zona euro e nos EUA, mas deteriora-se em função dos mercados emergentes.

A evolução das insolvências nos últimos sete anos mostra uma variação substancial por regiões. Na zona euro, apesar da melhoria esperada em 2014, o nível de insolvências praticamente duplicará os valores de 2007 [mais 98%], impulsionada pelo forte agravamento em Portugal, Espanha, Itália, Irlanda e Grécia. Neste grupo regional, o nível de insolvência é quase quatro vezes maior que antes da crise e encerrará 2014 com um crescimento de 260%. Ásia – Pacífico é a única região em que o nível de insolvência é mais baixo, 12%, que em 2007. Nos EUA e no Reino Unido, onde os níveis de insolvência têm vindo a melhorar desde 2010, continuam a ser 12% e 16% superiores a 2007.

Quanto à evolução das insolvências nas economias avançadas, esta tem mostrado um comportamento substancialmente diferente em 2013. No conjunto do ano, nove países [Áustria, Canadá, Dinamarca, Alemanha, Irlanda, Japão, Nova Zelândia, Reino Unido e EUA] registaram uma queda do número de insolvências, enquanto outros doze [Suiça, França, Luxemburgo, Áustria, Suécia, Portugal, Finlândia, Países Baixos, Itália, Espanha, Bélgica e Noruega] cresceram. Contudo, no último trimestre de 2013 começou a registar-se uma melhoria em alguns destes países, como Espanha e Países Baixos.

Crédito y Caución prevê que esta tendência positiva se estenda em 2014. Exceto em Itália, a asseguradora de crédito espera um crescimento nulo ou negativo das insolvências em toda a zona euro. Dinamarca, Irlanda e Países Baixos sofrerão as reduções mais intensas.

Esta mudança na evolução dos níveis de insolvência supõe um ponto de viragem, contudo não terá efeitos significativos a curto-prazo. Vários anos de intenso crescimento das insolvências levaram estes níveis a máximos históricos em muitos mercados. Se tomarmos como referência o ano de 2007, os níveis de insolvência a nível mundial encerraram 2013 com um aumento de 37%. A melhoria esperada em 2014 reduzirá esta percentagem até 32%.


Sobre a Crédito y Caución

A Crédito y Caución é um dos operadores líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, com uma quota de mercado de 23%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, há mais de 85 anos, protegendo-as dos riscos associados às vendas a crédito de bens e serviços. Desde 2008 é o operador do Grupo Atradius em Espanha, Portugal e Brasil.
O Grupo Atradius é o operador global de seguros de crédito, presente em 50 países, que tem acesso a informação de crédito em mais de 100 milhões de empresas em todo o mundo.

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web utiliza cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

 

Marketing

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Necessárias

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Estadísticas

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Preferências

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.