Smartphones e os Tablets perturbam o equilíbrio do setor

O Crédito y Caución analisa o impacto da mudança de hábitos no que diz respeito aos smartphones e tablets sobre o setor da eletrónica de consumo, a nível mundial.

Madrid - 05-jun-2013

Os hábitos de consumo no mundo da eletrónica e das tecnologias da informação e comunicação [TIC] estão a mudar. O último relatório da Crédito y Caución analisa o impacto que a evolução dos consumidores de computadores portáteis para utilizadores de smartphones e tablets está a ter sobre o frágil equilíbrio deste setor.

Um dos principais focos de atenção do relatório é o Japão, que está a enfrentar uma perda de quota de mercado global como país produtor, devido à crescente concorrência da Coreia e outros mercados asiáticos. O Japão também enfrenta uma mudança importante: o crescimento do seu mercado interno será muito moderado em 2013 inferior a 2% e a nação nipónica perderá para a China a sua posição como o segundo maior mercado a nível global. Também a Índia, com uma previsão de crescimento de quase 14% em 2013, é um dos mercados com um crescimento mais rápido no mundo.

 

 

No subsetor dos dispositivos de comunicação, os fabricantes japoneses de telemóveis enfrentam a proliferação global dos smartphones, sendo ultrapassados pelos fabricantes americanos. Além disso, as margens da indústria japonesa foram afetadas pela necessidade de importar grandes quantidades de combustíveis fósseis para substituir a energia nuclear.

No subsetor dos serviços de informação, em 2013, espera-se um melhor comportamento do mercado de serviços B2B e software, em áreas como a segurança e aplicações para smartphones. No B2C, o mercado de software está a expandir-se para satisfazer a procura de redes de comunicação cada vez mais sofisticadas, assim como de produtos de hardware, ao passo que as vendas de computadores continuam a cair ano após ano.

Nos Estados Unidos, a indústria atravessa um período de inovação, crescimento e lucros. Segundo várias estimativas, espera-se que os smartphones continuem a ser a principal fonte de rendimentos da indústria em 2013, num ritmo de crescimento sem precedentes e que poderá representar um aumento de 3% em relação ao ano anterior. A estimativa de vendas unitárias de smartphones nos Estados Unidos é de 130 milhões. Além disso, os Tablet PCs continuarão a registar um crescimento de dois dígitos em 2013, atingindo 116 milhões de unidades. Este crescimento setorial, que se sustenta sobre o consumo das famílias, apresenta alguns riscos significativos. Além dos fatores macroeconómicos, como o desemprego, a inflação ou o preço do petróleo, que podem afetar o consumo privado, os recentes desenvolvimentos nesta indústria altamente competitiva basearam-se na reposição de uma obsolescência cada vez mais difícil de justificar, em termos de inovação tecnológica. 

Na vizinha França, o setor foi afetado pelas falências de duas grandes empresas em 2012 um provedor de serviços e um distribuidor e pelas mudanças nos hábitos de consumo. No quarto trimestre do ano, as vendas de tablets subiram 140%. A combinação de preços cada vez mais baixos e custos mais elevados exerce uma pressão adicional para as empresas, mas espera-se que o mercado se mantenha estável em 2013, com um crescimento de apenas 1%. No subsetor das TI, as empresas B2C continuarão a beneficiar-se do boom de vendas de tablets, que compensará o declínio nas vendas dos computadores portáteis tradicionais, que normalmente geram margens maiores.

Na Holanda, as TIC estão a gerar um impulso na economia holandesa num momento de contínua crise económica, graças ao aumento da conetividade móvel com a Internet, com um crescimento de 2,6% em 2012, pelo terceiro ano consecutivo. As vendas de software e aplicações para tablets e smartphones cresceu 4%, e essa tendência deve continuar em 2013. A Crédito y Caución prevê um crescimento moderado das insolvências do setor neste mercado.

O Reino Unido continua a ser um dos maiores mercados das TIC na Europa. A queda nas vendas de computadores e os elevados stocks existentes forçaram a descida dos preços dos fabricantes de equipamentos. No entanto, o apogeu dos Tablet PCs ajudou a compensar isso. O ano de 2012 foi marcado pelo colapso de dois gigantes retalhistas de produtos eletrónicos de consumo e temos assistido a um aumento das falências no setor, nos últimos dois meses.

Na Alemanha, contudo, as vendas globais da eletrónica de consumo e TIC, este ano, terão um crescimento inferior a 2%, nível que foi superado em 2012. No entanto, a Crédito y Caución, neste momento, não antevê um agravamento do comportamento no que tem a ver com os pagamentos deste setor.

 

Sobre a Crédito y Caución

A empresa Crédito y Caución  é o operador líder de seguros de crédito doméstico e de exportação em Espanha desde a sua fundação, em 1929. A sua quota de mercado de 54%, contribui há mais de 80 anos para o crescimento de empresas, protegendo-as de riscos financeiros associados às suas vendas de crédito de bens e serviços. Desde 2008, é a operadora do Grupo Atradius em Espanha, Portugal e Brasil.

O Grupo Atradius é um operador global de seguros de crédito presente em 45 países. Com uma quota de mercado de aproximadamente 31% do mercado mundial de seguro de crédito, tem acesso a informação de créditos em mais de 100 milhões de empresas em todo o mundo e toma cerca de 20.000 decisões diárias de limites de crédito comercial. O operador global realiza a sua atividade no Grupo Catana Occidente.

Anexos

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web utiliza cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

 

Marketing

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Necessárias

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Estadísticas

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Preferências

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.