Volume de negócios das empresas não financeiras aumenta 11,1%

O volume de negócios das empresas não financeiras em Portugal aumentou 31.396 milhões de euros em 2017, com as exportações de bens e serviços a crescerem 12,3%. As empresas reduziram o seu risco económico, financeiro e de tesouraria.

Madrid - 17-out-2018

 

 

O volume de negócios das empresas não financeiras em Portugal em 2017 aumentou 11,1% para 313.366 milhões de euros, com as exportações de bens e serviços a crescerem 12,3% e a taxa de exportação a evoluir de 20,3% para 20,5%. Este é um dos dados apurados no mais recente Panorama Empresarial Portugal 2016/2017, estudo elaborado pela Iberinform que oferece uma visão global das empresas não financeiras com atividade relevante em Portugal.

 

 

As empresas não financeiras aumentaram 14,9% para um total de 287.180 companhias e geraram 237.426 novos empregos (incremento de 10,5%) para um total de 2.503.107 pessoas envolvidas nos diferentes setores de atividade. Destas, 13.244 estão ligadas à Investigação e Desenvolvimento, o que traduz um aumento de 19,2% em relação a 2016, com destaque para as áreas de Tecnologias de Informação e Informática e Automóvel. Os maiores acréscimos na geração de emprego estão nos setores de Turismo (HORECA), Construção, Saúde, Vestuário e Calçado, Alimentação (nomeadamente Distribuição), Automóvel, Informática e Serviços Prestados às Empresas.

 

Em 2017, o resultado económico bruto das empresas não financeiras aumentou para 34.600 milhões de euros (10,2%), enquanto os custos de financiamento diminuíram 755 milhões de euros (menos 9,3%), para 7.335 milhões de euros. O imposto sobre o rendimento teve um incremento de 662 milhões de euros (18,5%), para um valor de 4.248 milhões de euros. O resultado líquido de impostos aumentou para 21.373 milhões de euros (18% ou 3.267milhões de euros). A caixa gerada pelas operações das empresas não financeiras em Portugal em 2017 aumentou 11,4% para 53.710 milhões de euros e o cash flow teve um incremento de 32,1% (2.683 milhões de euros), atingindo os 11.046 milhões de euros.

 

Observou-se nesse período uma evolução de 5,3% no investimento total realizado pelas empresas não financeiras que totalizou 471.103 milhões de euros. O investimento económico foi determinante neste aumento, com mais 23.207 milhões de euros (aumento de 8,8%) para um total de 288.386 milhões de euros, enquanto o investimento financeiro quase estagnou nos 182.716 milhões de euros (incremento de 0,2%). 

 

O capital próprio das empresas cresceu 7,7% (11.996 milhões de euros) para 168.121 milhões de euros, enquanto o capital alheio remunerado aumentou 2,5% atingindo os 166.249 milhões de euros. O capital alheio não remunerado aumentou 5,7% para 136.733 milhões de euros, com destaque para o crédito de fornecedores que aumentou 3.479 milhões de euros, para 46.287 milhões de euros (mais 8,1%).

 

Verificou-se, assim, uma redução do risco económico, financeiro e de tesouraria nas empresas não financeiras, mas observou-se um risco estratégico similar a 2016. Apesar da ligeira diminuição da produtividade houve um incremento da taxa de margem de segurança económica de 8,1% para 9,5%. A diminuição do risco financeiro das empresas foi mais significativa, mas manteve-se um nível de endividamento remunerado elevado, acima dos limites de risco mais favoráveis. O risco de tesouraria também foi reduzido, com a taxa de margem de segurança financeira a passar de 11,1% para 13,2%. O prazo médio de recebimentos foi reduzido de 77 para 74 dias e o prazo médio de pagamentos a fornecedores evoluiu de 72 para 70 dias. 

 

A Iberinform tem vindo a apoiar as empresas em diversas vertentes, nomeadamente no desenvolvimento de soluções que permitam a gestão e redução do risco, de que é exemplo o Insight View que permite gerir e analisar o risco de clientes de uma forma simples e objetiva” refere António Monteiro, country manager da Iberinform em Portugal, que sublinha ainda: “continuamos a apostar no desenvolvimento de soluções avançadas, integradas e acessíveis, com base em informação de qualidade, que apoiem as empresas nos seus processos de tomada de decisão, no sentido de contribuir para um incremento progressivo e ainda mais acentuado na redução de risco das empresas nacionais”.

 

Os indicadores apresentado no Panorama Empresarial Portugal 2016/2017 da Iberinform têm por base os agregados extraídos das demonstrações financeiras das empresas não financeiras declaradas com Certificação Legal de Contas (CLC) e auditorias realizadas ao longo dos períodos contabilísticos.

 

Sobre a Iberinform

 

A Iberinform é a filial da Crédito y Caución que oferece soluções de gestão de clientes para as áreas financeiras, de marketing e internacional. Fornece bases de dados para a identificação de novos clientes e ferramentas que facilitam a gestão de riscos, a análise e acompanhamento de clientes ou setores. O seu serviço de informação empresarial possibilita a obtenção de relatórios de empresas em mais de 200 países ou territórios e aceder às maiores bases de dados de incumprimento bancário em Espanha, como o RAI e ASNEF Empresas.

 

Sobre a Crédito y Caución

 

Crédito y Caución é uma das marcas líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, com uma quota de mercado de 27%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, protegendo-as dos riscos de incumprimento associados a vendas a crédito de bens e serviços. A marca Crédito y Caución também está presente em Espanha e no Brasil. No resto do mundo opera como Atradius. Com uma quota de mercado mundial de 24%, somos um operador global de seguro de crédito presente em mais de 50 países.  A nossa actividade consolida-se no Grupo Catalana Occidente.

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web utiliza cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

 

Marketing

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Necessárias

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Estadísticas

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Preferências

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.