Indústria metalomecânica cresce 8% em 2011

Recuperação da indústria automóvel e das energias renováveis. Crescente investimento das economias emergentes  China e Brasil

Madrid - 27-jun-2011

O sector da Indústria Metalomecânica posiciona-se actualmente numa situação positiva de crescimento ao beneficiar da crescente procura por parte de economias emergentes como o Brasil e a China, bem como da retoma de indústrias de que depende em grande medida como o sector automóvel e o das energias renováveis. Esta realidade é apresentada pela Crédito y Caución no seu último Market Monitor observatório sectorial que traça as previsões sobre o grau de insolvência e incumprimento nas empresas. Nesta edição foram observados vários países da Europa Ocidental e um dos mercados mais pujantes da actualidade, o Brasil.

Segundo o relatório da Crédito y Caución, nenhum mercado é tão representativo da retoma no sector da Indústria Metalomecânica como o da Alemanha que registou, no primeiro trimestre deste ano, um crescimento das encomendas de 130% em relação ao período homólogo de 2010. Este crescimento aliado a uma crescente procura interna da Alemanha beneficia os países vizinhos como a França, Dinamarca e Hungria, impulsionando o crescimento dessa indústria nesses mercados - uma realidade que pode, da mesma forma, ser vista como uma oportunidade para outros países da Zona Euro, como Portugal. Atendendo aos dados da Eurofer, a produção Europeia no sector da Indústria Metalomecânica irá crescer 8,2% em 2011 depois de uma subida já registada de 9,7% em 2010. O presente relatório mostra ainda como o crescimento da procura internacional de matérias-primas oriundas do Brasil tem impulsionado o sector da Indústria Metalomecânica nesse país, nomeadamente através da procura de equipamentos de extracção.

Alemanha

O volume de novas encomendas da Indústria Metalomecânica Alemã registou, no primeiro trimestre de 2011, um crescimento de 32% e a Produção chegou aos 17,5%, comparativamente com o período homólogo de 2010. Por sua vez, o sector de ferramentas automáticas registou um recorde de crescimento de vendas na ordem dos 45%. Esta evolução deve-se, em larga medida, à recuperação de indústrias como a automóvel e à forte procura internacional ditada por mercados emergentes como a China e o Brasil, países para os quais a Alemanha regista um aumento exponencial de exportação, com 35% e 29% de crescimento anual respectivamente.

Para 2011 a Indústria Metalomecânica Alemã deverá registar um crescimento de 14%. Em média, o prazo de pagamento nesse sector é de 50 dias, sendo de registar, nos últimos meses, uma diminuição dos atrasos de pagamento. No que respeita à taxa de insolvências, este sector apresenta bons níveis quando comparado com outras indústrias alemãs.

França

Segundo a French Mechanical Engeneering Federation [FIM], a Produção no sector da Indústria Metalomecânica irá crescer em 2011 acima dos 5%, beneficiando da recuperação nos sectores aeronáutico, industrial, agrícola e da construção. Os fabricantes de equipamento especializado beneficiam ainda da crescente procura de mercados emergentes, em especial da China. As margens de lucro na Indústria Metalomecânica continuam, no entanto, reduzidas devido à subida do preço das matérias-primas e aos efeitos ainda sentidos com a quebra de encomendas de 2009. Em média, o prazo de pagamento nesse sector varia entre 60 e 110 dias e espera-se que venha a diminuir durante o ano de 2011. O mesmo deverá verificar-se com o número de insolvências.

Brasil

A pujança da economia Brasileira que fechou 2010 com um crescimento do PIB de 7,5%, uma taxa de desemprego de 6,8% [quando em 2009 era 8,1%] e um crescimento notório do rendimento médio das famílias, leva a um maior consumo doméstico. A Indústria Metalomecânica Brasileira beneficiou em larga medida do crescimento da procura interna e da procura internacional de matérias-primas como a celulose e o ferro.

De acordo com a Lafis, o volume de negócios do sector irá crescer 6,7% em 2011 e 7,1% em 2012, uma previsão sustentada, nomeadamente, pelos actuais e futuros investimentos em infra-estruturas para o Mundial de Futebol de 2014 e para os Jogos Olímpicos de 2016 e a manutenção das robustas taxas de crescimento doméstico. Apesar da conjuntura positiva, alguns riscos permanecem como a forte concorrência da China no domínio dos preços e o elevado impacto da flutuação das taxas de câmbio com a volatilidade do Real a dificultar o planeamento de investimentos futuros.

Sobre Crédito y Caución

A companhia de seguros Crédito y Caución contribui há 80 anos para o crescimento das empresas, protegendo-as contra os riscos da falta de pagamento associados às vendas a crédito de bens e serviços. A Crédito y Caución tem uma quota de mercado de cerca 30% em Portugal e de 60% em Espanha, o que faz com que seja líder do  sector no mercado ibérico. Além disso, a companhia expandiu recentemente a actividade directa para o Brasil. A Crédito y Caución é a operadora nos três mercados do Grupo Atradius, que está presente em 42 países. Com uma receita total de cerca de 1.800 milhões de euros e uma participação de 31% no mercado global de seguro de crédito, tem acesso às informações comerciais de mais de 52 milhões de empresas no mundo todo e é responsável por tomar mais de 22.000 decisões diárias sobre limites de crédito. A solvência da Crédito y Caución está avaliada pelas classificações de fortaleza financeira `A-´ da Standard & Poor's e a `A2´ da Moody's.

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web utiliza cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

 

Marketing

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Necessárias

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Estadísticas

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Preferências

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.