Indonésia recupera em 2021 após a leve recessão de 2020

Com uma economia mais fechada do que os mercados circundantes, a Indonésia é menos suscetível às recessões do comércio mundial que outros países do sudeste asiático.
 

Lisboa - 07-abr-2021

 

 

Em 2020, o PIB da Indonésia teve uma redução de apenas 2,1%. Esta reduzida contração explica-se em parte pelo facto de as exportações representarem somente 20% do PIB, o que faz com que a Indonésia seja menos suscetível às recessões do comércio mundial que outros países do sudeste asiático. 

 

 

Além disso, as importações diminuíram mais intensamente (-14%) que as exportações (-6%) e a economia viu-se apoiada por um aumento do consumo público. Prevê-se que em 2021 a economia recupere 4,7%, na medida em que o distanciamento social seja progressivamente atenuado e as vacinas sejam eficazmente aplicadas. A prioridade de vacinar primeiro as pessoas em idade ativa poderia acelerar a recuperação económica. Espera-se um aumento do consumo privado (+3,3%) e dos investimentos fixos (+5,3%), dois motores do crescimento nos anos anteriores à pandemia, e uma recuperação das exportações (+8,2%).

 

O Banco Central baixou a taxa de juros de referência seis vezes desde o início da pandemia, até 3,5% em fevereiro de 2021 e reduziu o coeficiente de reservas obrigatórias para facilitar o apoio do setor bancário às empresas locais. Contudo, há espaço para medidas monetárias adicionais dado que a inflação está contida nos 2%. A Administração eliminou o limite constitucional do défice orçamental de 3% do PIB entre 2020 e 2022. Prevê-se que 2021 registe outro défice fiscal elevado, superior a 6% do PIB (2020, 6,2%), e que a dívida pública continue a subir até aos 47% do PIB. As finanças públicas continuam manejáveis. 

 

A Indonésia continua estruturalmente vulnerável às turbulências do mercado financeiro mundial. Os investidores estrangeiros possuem mais de 30% da dívida pública do país, uma proporção maior que a dos mercados próximos, o que faz com que os ativos financeiros da Indonésia sejam muito suscetíveis à saída de capital. Além disso, como os investidores estrangeiros possuem cerca de um terço do financiamento da dívida corporativa, os riscos de refinanciamento continuam a ser elevados. 

 

A agricultura é um dos setores mais resistentes à pandemia, com um aumento da produção e das exportações em 2020. A indústria química e o setor das TIC também demonstraram ser bastante robustos. A procura de produtos tecnológicos está a recuperar desde o segundo semestre de 2020, com um aumento dos projetos de fornecimento de hardware e outras infraestruturas. Os grossistas e fornecedores de produtos e serviços tecnológicos puderam manter os níveis de receita e as margens anteriores à pandemia. 

 

No setor da construção espera-se que a recuperação observada desde finais de 2020 acelere em 2021 em todos os segmentos: construção pública, residencial e comercial. Os setores da energia e mineiro foram afetados por uma forte descida dos investimentos já que a pandemia provocou o cancelamento de muitos projetos. Quanto ao setor automóvel, o potencial de mercado na Indonésia continua a ser forte. Contudo, a recuperação depende da recuperação de outras indústrias e do aumento do poder de compra das famílias.  Este último também desempenha um papel fundamental para a recuperação do comércio retalhista de bens de consumo duradouros. 

 

No setor dos serviços, milhares de hotéis e restaurantes viram-se obrigados a fechar, enquanto várias companhias aéreas e operadores turísticos sofreram grandes perdas. Tanto a morosidade nos pagamentos como as insolvências aumentaram nos segmentos relacionados com o turismo.

 

Sobre a Crédito y Caución


Crédito y Caución é uma das marcas líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, com uma quota de mercado de 24%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, protegendo-as dos riscos de incumprimento associados a vendas a crédito de bens e serviços. A marca Crédito y Caución também está presente em Espanha e no Brasil. No resto do mundo opera como Atradius. Somos um operador global de seguro de crédito presente em mais de 50 países.  A nossa actividade consolida-se no Grupo Catalana Occidente.
 

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web utiliza cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

 

Marketing

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Necessárias

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Estadísticas

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Preferências

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.