A Crédito y Caución espera uma sólida recuperação nos EUA

Nos setores automóvel, siderurgia e metalurgia, os incumprimentos aumentaram devido à crescente pressão sobre os fluxos de caixa das empresas.
 

Lisboa - 02-mar-2021

 

 

A Crédito y Caución prevê uma sólida recuperação económica dos Estados Unidos em 2021. A seguradora de crédito espera que a recuperação ganhe impulso a partir do segundo trimestre de 2021 e que o PIB cresça 4,2% este ano, com um aumento do consumo privado (5,3%), dos investimentos (3,4%) e das exportações (5,1%). No entanto, estas previsões estão sujeitas a importantes riscos de baixa. A recuperação depende do evitar de outra grande vaga de infeções, da implementação do processo de vacinação no primeiro semestre de 2021 e da aplicação de medidas de estímulo massivas. Um confinamento rígido prejudicaria seriamente a frágil recuperação económica, prejudicando tanto as empresas, quanto os consumidores. No caso de uma desaceleração prolongada, o desemprego poderia aumentar bruscamente e as finanças das famílias sofreriam uma deterioração considerável.

 

 

Após uma forte recuperação de 41% no terceiro trimestre de 2020, o crescimento do consumo das famílias, que representa cerca de 70% do PIB, foi de apenas 2,5% no quarto trimestre em relação ao período anterior, à medida que a recuperação do mercado de trabalho perdia fôlego. A taxa de desemprego está bem acima dos níveis pré-pandêmicos e espera-se que a situação do mercado de trabalho permaneça frágil até que a pandemia seja controlada. Pela primeira vez desde 2009, a dívida das famílias voltou a aumentar no quarto trimestre de 2020. No entanto, as finanças das famílias estão em muito melhor forma do que no período que antecedeu a crise de crédito de 2008. Houve uma desalavancagem das famílias norte-americanas que reduziram a sua dívida de quase 100% em 2019 para 75% do PIB.

 

Para contrariar as repercussões económicas da pandemia, o governo dos Estados Unidos lançou grandes programas de estímulo fiscal. Na primavera de 2020 lançou um primeiro pacote equivalente a 11% do PIB que incluía ajudas diretas às famílias através da entrega de cheques, um aumento nos subsídios de desemprego e subsídios salariais às empresas, bem como subsídios e empréstimos de emergência para as PME. A este seguiu-se outro pacote no valor de 4,5% do PIB em dezembro. O atual governo planeia lançar novos incentivos, proporcionando ajuda adicional às famílias no valor de 1.400 dólares por pessoa, além de despesas com vacinação, fundos para a reabertura de escolas e auxílio às administrações locais e estaduais e às empresas. A Reserva Federal cortou a taxa de juros oficial em 1,5 pontos percentuais desde fevereiro de 2020 para 0,25%. Em março, a Federal Reserve começou a comprar títulos corporativos para garantir que as empresas pudessem obter financiamento de emergência para fazer face à recessão económica. Espera-se que não haja um endurecimento da taxa de juros oficial até 2023.

 

Apesar da recessão económica, as insolvências caíram 4,9% em 2020, apesar dos tribunais de insolvência terem continuado a funcionar. Esta redução deveu-se principalmente às amplas medidas fiscais e monetárias e à recuperação observada no terceiro trimestre de 2020. No entanto, em alguns setores, a situação de risco de crédito de muitas empresas piorou. Nos setores automóvel, siderúrgico e metalúrgico, os incumprimentos aumentaram devido à crescente pressão sobre o fluxo de caixa das empresas. Os atrasos nos pagamentos e as dívidas incobráveis no retalho aumentaram, com os encerramentos a atingir mais de 6.000 empresas em 2020. No setor dos serviços, subsetores como a hotelaria, restauração, bares, entretenimento, eventos culturais, agências de viagens e operadoras turísticas foram muito afetados pela queda acentuada no número de visitantes e pelos confinamentos. 

 

No primeiro semestre de 2021, o risco de incumprimento permanecerá elevado para os retalhistas de estabelecimentos comerciais e para os segmentos de serviços relacionados com a hotelaria e o lazer. O mesmo acontece com as companhias aéreas e os navios de cruzeiro, onde as empresas continuam a reduzir a sua caixa a um ritmo significativo, dada a forte queda da procura. A recuperação em todas estas indústrias depende, em grande medida, da introdução das vacinas este ano. O risco de incumprimento também é elevado no setor da energia e dos produtos tubulares para uso petrolífero, que continuam a sofrer uma descida acentuada dos investimentos e das receitas. Tem havido uma forte pressão sobre as suas margens e os baixos preços do petróleo e do gás continuam a colocar desafios significativos.

 

Sobre a Crédito y Caución


Crédito y Caución é uma das marcas líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, com uma quota de mercado de 24%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, protegendo-as dos riscos de incumprimento associados a vendas a crédito de bens e serviços. A marca Crédito y Caución também está presente em Espanha e no Brasil. No resto do mundo opera como Atradius. Somos um operador global de seguro de crédito presente em mais de 50 países.  A nossa actividade consolida-se no Grupo Catalana Occidente.
 

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web utiliza cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

 

Marketing

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Necessárias

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Estadísticas

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Preferências

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.