A economia do Brasil enfrentará um círculo vicioso em 2022

São Paolo - 07-dez-2021

O Banco Central do Brasil iniciou em 2021 um ciclo de subida das taxas de juro que poderia deteriorar as finanças públicas do país, muito sensíveis a oscilações nas taxas de juro. O mais recente relatório divulgado pela Crédito y Caución ressalta que se trata do primeiro banco da região a iniciar um ciclo de subida das taxas de juro e também, de longe, o mais agressivo. De acordo com as previsões da seguradora, é de esperar novas subidas nos próximos meses, o que poderiam elevar a taxa básica de juros, a Selic, para mais de 10% em 2022. “A perda da consolidação fiscal iniciada em 2016 e a desvalorização da moeda aumentaram as pressões inflacionistas, obrigando o Banco Central a subir ainda mais os juros, criando assim um círculo vicioso”, refere a relatório.

 

 

Nos anos anteriores à crise de saúde pública causada pela pandemia, o teto de despesas fixado em 2016 e a reforma do sistema de pensões em 2019, recuperaram paulatinamente a confiança do mercado na consolidação fiscal do Brasil e permitiram ao Banco Central baixar a Selic de 14,25% em 2016 para um mínimo histórico de 2% em 2020. Contudo, em resposta à elevada inflação registada em 2021, o Banco Central do Brasil subiu as taxas de juro várias vezes desde março até alcançar os 7,75% em outubro. 

 

As finanças públicas do Brasil são especialmente dependentes desta mudança de ciclo: primeiro, financiam com prazos cada vez mais curtos, 3,6 ao ano em média face aos 4,8 de 2016; segundo, uma grande percentagem, atualmente cerca de 30%, mantém juros variáveis; terceiro, cerca de 37%, face aos 25% de 2016, está diretamente vinculada a taxas de juro fixadas pelo Banco Central. À preocupação com o efeito da subida da Selic soma-se a perda de credibilidade da consolidação fiscal iniciada em 2016. Em 2020, o Brasil declarou o Estado de Calamidade para fazer face aos efeitos da pandemia, o que permitiu elevar o défice público para 9,4%. A Administração volto a utilizar esta cláusula em 2021 para ultrapassar o teto de despesas fixado na Constituição e o ciclo eleitoral dos próximos meses torna difícil um regresso à consolidação fiscal. “O aumento da incerteza política nos últimos meses elevou a preocupação do mercado com a possibilidade de que o limite de despesas volte a ser ultrapassado em 2022 pelo terceiro ano consecutivo ou que possa inclusivamente ser suprimido por completo”, explica o relatório.  

 

Com uma dívida pública de 91% do PIB, o Brasil enfrenta já um dos gastos em juros mais elevado do mundo e muito superior à média dos mercados emergentes e do continente americano. “Para situar o rácio da dívida numa trajetória descendente, o Brasil necessitaria de reformas fiscais, como a melhoria do complicadíssimo sistema fiscal e a redução obrigatória da despesa pública, em particular a elevada massa salarial, que se situa em quase 14% do PIB, muito acima da média dos mercados emergentes que é de 9%”, salienta o relatório.  

 

Sobre a Crédito y Caución


Crédito y Caución é uma das marcas líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Brasil, com uma quota de mercado de 18%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, protegendo-as dos riscos de incumprimento associados a vendas a crédito de bens e serviços. A marca Crédito y Caución também está presente em Espanha e no Portugal. No resto do mundo opera como Atradius. Somos um operador global de seguro de crédito presente em 50 países. A nossa actividade consolida-se no Grupo Catalana Occidente.
 

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web usa cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

Marketing

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Necessárias

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Estadísticas

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Preferências

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.

Cookies de mapa

Os cookies de mapa permitem que a página salve informações sobre seleções no mapa