Insolvências crescem na China em 2017

O mais recente relatório divulgado pela Crédito y Caución sobre a Ásia-Pacífico prevê um aumento dos prazos de pagamento e das insolvências na China em 2017.

Madrid - 31-jan-2017

O mais recente relatório divulgado pela Crédito y Caución, centrado na análise das economias da Ásia-Pacífico, alerta para as previsões de aumento das insolvências na China em 2017. “A atual desaceleração económica provocou um aumento de faturas vencidas e empresas que solicitam prazos de pagamento mais amplos, uma tendência que se espera continue em 2017. Também se prevê que aumentem ainda mais as insolvências, após o aumento substancial registado em 2016, já que o excesso de capacidade e a dívida elevada continuam a ser um problema para muitos setores”. Em relação à China, o relatório recomenda precaução com as pequenas e médias empresas privadas devido às suas dificuldades de aceso a financiamento.

 

 

A China é o principal parceiro comercial da Coreia do Sul, pelo que a queda da sua procura interna está a afetar o PIB coreano, cujo modelo económico se baseia na exportação e os chaebols coreanos já não são capazes de proporcionar empregos suficientes e crescimento do poder aquisitivo.

A diminuição da procura na China está a abrandar o crescimento de outros mercados. É o caso da Malásia, muito vulnerável ao debilitar do apetite dos investidores pelos mercados emergentes, da Tailândia ou da cidade Estado de Singapura, nó logístico e financeiro cuja estratégia de longo prazo, que está a começar a dar os seus frutos no setor biomédico, está centrada no fortalecimento da indústria de alta tecnologia. As empresas taiwanesas sofrem não só com a diminuição da procura chinesa, como com a crescente capacidade das indústrias vizinhas do continente para ascender na cadeia de valor tecnológico em setores chave como os semicondutores. Para competir com a China, Taiwan vê-se forçado a procurar novas alternativas de alto valor acrescentado a médio e longo prazo.

 

Crescimento robusto na Índia

A outra grande economia da região, a Índia, irá manter um crescimento robusto de perto de 7,5% em 2017. Um dos poucos riscos assinalados pelo relatório da Crédito y Caución neste mercado é referente ao elevado grau de endividamento externo de algumas empresas indianas. ”Por agora a situação parece estável mas num cenário adverso, com alterações nos fluxos de capital, aumento das taxas de juros globais ou uma forte depreciação da Rupia" estas empresas “poderiam enfrentar grandes problemas.” Na Indonésia, onde as bases da economia também são sólidas, o setor privado apresenta riscos muito similares. “A dívida externa das empresas mais do que duplicou desde 2010 e atualmente ascende a mais de 70% das exportações totais, a percentagem mais elevada em todo o mundo.” As Filipinas também terão um bom desempenho devido ao aumento dos gastos públicos em projetos de infraestruturas e ao forte crescimento da classe média que sustenta o consumo privado.

Na Ásia, os produtos chineses estão a ser substituídos por produtos mais baratos de origem vietnamita, o que permite prever um crescimento de 6% em 2017 nesta economia. No entanto, o Vietname apresenta algumas vulnerabilidades. Em primeiro lugar, há uma desaceleração da Ásia, destino de 50% das suas exportações. Por outro lado, o Vietname é um dos principais beneficiários do Acordo de Associação Transpacífico (TPP, na sigla inglesa), liderado pelos Estados Unidos. Por último, as empresas estrangeiras controlam cerca de 70% das exportações do Vietname, o que faz com que a economia seja vulnerável à procura de mão-de-obra mais barata noutros mercados.

O Japão enfrenta outros desafios importantes, próprios das economias desenvolvidas, como uma elevada divida pública (230% do PIB) ou a redução da população. Além do desafio que isto supõe para a sustentabilidade do sistema de pensões, muitas empresas enfrentam dificuldades de falta de mão-de-obra, o que está a elevar os custos laborais e a prejudicar a competitividade internacional do país.

 

Sobre a Crédito y Caución

Crédito y Caución é uma das marcas líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Brasil, com uma quota de mercado de 16%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento  das empresas, protegendo-as dos riscos de incumprimento associados a vendas a crédito de bens e serviços. A marca Crédito y Caución também está presente em Espanha e no Portugal. No resto do mundo opera como Atradius. Com uma quota de mercado mundial de 23%, somos um operador global de seguro de crédito presente em 50 países que proporciona cobertura em 240 mercados e tem acesso a informação de crédito de mais de 200 milhões de empresas em todo o mundo. A nossa actividade consolida-se no Grupo Catalana Occidente.

 

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web usa cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

Marketing

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Necessárias

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Estadísticas

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Preferências

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.