As novas tecnologias vão alcançar crescimentos de dois dígitos em 2015

O setor tecnológico irá crescer nos mercados avançados e nos principais mercados emergentes. Por outro lado, aumenta também a concorrência e a pressão sobre as margens.

Madrid - 02-jul-2015

No mundo das tecnologias de informação e comunicação nada se mantém parado muito tempo. O último estudo divulgado pela Crédito y Caución prevê que as novas tecnologias alcancem crescimentos de dois dígitos em muitos países. Segundo a análise da Crédito y Caución, um dos operadores líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, a sustentabilidade do setor é caracterizada pela inovação constante e pela sua capacidade de desenvolver novos produtos e introduzi-los rapidamente no mercado.

O ciclo de vida dos produtos é curto e a debilidade do setor assenta na intensa concorrência existente, que promove economias de escala dos principais concorrentes e provoca muitas dificuldades em países emergentes como o Brasil, fortemente afetado pela recessão da sua economia. A tendência registada nos grandes mercados encontra-se distante da dos países emergentes como a China e a Índia, que embora apresentem um futuro esperançoso, enfrentam as maiores transações.

Reino Unido

O setor das tecnologias de informação e comunicação no Reino Unido consiste em mais de 115.000 empresas. A indústria de software do país representa 5% do mercado mundial, enquanto o mercado das comunicações móveis é o maior da Europa.  A Crédito y Caución prevê que em 2015 o desenvolvimento de aplicações móveis e de novas tecnologias impulsionem o setor na Grã-Bretanha.

O setor das tecnologias de informação e comunicação tem uma grande importância para os restantes setores industriais, mantém uma procura elevada e constitui um mercado atrativo para os investidores. As suas principais fragilidades passam pelo peso dos concorrentes europeus e pela dependência de financiamento externo.  

França

As vendas do setor das tecnologias de informação e comunicação em França aumentaram 5% em 2014, devido principalmente à despesa das empresas em novas tecnologias. Em 2014, os tablets continuaram a ser o principal motor de crescimento do setor, contudo as suas vendas sofreram uma desaceleração no último trimestre. As baixas margens, a elevada concorrência, a volatilidade das taxas de câmbio e a forte sazonalidade das vendas são as fragilidades deste tipo de mercado.

No entanto, de acordo com o estudo divulgado pela Crédito y Caución, o setor das tecnologias de informação e de comunicação irá crescer 2% em 2015, impulsionado pelo aumento das despesas nos lares franceses e pela recuperação da confiança por parte do consumidor.

Estados Unidos

A confiança do consumidor americano recuperou graças ao crescimento sólido da sua economia, aos preços do gás e à recuperação do mercado laboral. Por isso, espera-se um crescimento das receitas no que respeita à eletrónica de consumo de 3%, alcançando assim o recorde de 223 milhões de dólares.

Prevê-se um aumento de 3% nas vendas de tablets e de 6% em smartphones, motores atuais do setor. No entanto o crescimento mais veloz, que duplicará receitas em 2015, irá ocorrer noutros produtos inovadores e emergentes como nas impressoras 3D, nos sistemas não tripulados ou nos relógios inteligentes.

China

Devido aos seus baixos custos, a China constitui o primeiro centro mundial de fabrico de equipamento original para tecnologias de informação e comunicação, com um grande número de centros de produção orientados para o mercado internacional e nacional.

Em 2014, o setor registou um crescimento anual de cerca de 10%, devido às reformas e ao apoio que a Administração prestou para alcançar a modernização do setor. Uma série de mudanças na regulamentação provocou a diminuição de restrições na venda de jogos de vídeo, promoveu a investigação estrangeira em serviços de valor acrescentado no setor móvel e o rápido crescimento da `cloud computing´. Apesar das alterações, continuam a existir níveis elevados de pirataria, competitividade e uns princípios reguladores pouco transparentes.

Brasil

No Brasil, o mercado das tecnologias de informação e comunicação reduziu 20% em 2014 e espera-se uma nova contração de 10% em 2015, apesar da Administração ter alargado isenções fiscais até 2018.

O setor viu-se fortemente afetado pela recessão económica do país e pelos poucos investimentos. Outro fator negativo que afeta o mercado é a desvalorização verificada no real brasileiro face ao dólar, já que 70% dos produtos do setor são importados e avaliados em dólares. As margens de lucro viram-se fortemente deterioradas nos últimos 12 meses, tendência que se espera que continue.

 

Sobre a Crédito y Caución

A Crédito y Caución  é um dos operadores líderes em seguro de crédito interno e de exportação. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, há mais de 85 anos, protegendo-as dos riscos associados às vendas a crédito de bens e serviços. Desde 2008 é o operador do Atradius em Brasil, Espahna e Portugal.

Atradius é o operador global de seguros de crédito, presente em 50 países, que tem acesso a informação de crédito em mais de 100 milhões de empresas em todo o mundo. O operador global consolida a sua actividade no âmbito do Grupo Catalana Occidente.

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web usa cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

Marketing

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Necessárias

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Estadísticas

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Preferências

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.