Aumenta a influência chinesa na América do Sul

A desaceleração na América do Sul oferece ao gigante asiático oportunidades para expandir sua influência na região

Madrid - 19-dez-2018

A gradual recuperação económica na América do Sul foi severamente afetada por uma crise de confiança na Argentina e pela incerteza política no Brasil no período que antecedeu as eleições. O mais recente Economic Outlook divulgado pela Crédito y Caución prevê que 2018 seja outro ano dececionante para a maior parte dos países da região, com desaceleração do crescimento económico e aumento da inflação. O fraco desempenho da região, que irá manter-se em 2019, combinado com a moderação do apoio financeiro dos EUA, dá espaço à China para expandir a sua influência na área. 

 

 

Os investimentos da China na América do Sul triplicaram nos últimos anos, de 50.000 milhões de dólares em 2012 para mais de 150 mil milhões em 2016 e 2017. Embora este valor ainda esteja abaixo dos investimentos chineses noutras regiões emergentes, a principal seguradora de crédito na Península Ibérica alerta que essa situação poderá mudar nos próximos anos.

 

A China alargou a sua iniciativa “Nova Rota da Seda” para a América do Sul no último ano. Antígua e Barbados, Bolívia, Costa Rica, Guiana, Panamá e Trinidad e Tobago aderiram ao tratado que inclui investimentos chineses de peso. Para o Panamá, isso foi possível depois de pôr termo ao reconhecimento de Taiwan e de adotar o princípio de uma só China. Em 2018, a República Dominicana e El Salvador também romperam relações diplomáticas com a ilha.

 

A capacidade de financiamento da China, muito maior que a de Taiwan, as elevadas necessidades de investimento e a limitada disponibilidade de financiamento para muitos países latino-americanos sustentam esta mudança. Para El Salvador, mas também para outros países da América Central, reduzir a dependência financeira dos Estados Unidos, que cancelou o estatuto de proteção temporária dos seus imigrantes, poderia ter desempenhado um papel importante. Neste enquadramento, é previsível que em 2019 a China aborde as relações com outros países da região que ainda mantêm laços com Taiwan, como Belize, Haiti, Honduras, Guatemala e Nicarágua.

 

Sobre a Crédito y Caución

 

Crédito y Caución é uma das marcas líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Brasil, com uma quota de mercado de 18%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento  das empresas, protegendo-as dos riscos de incumprimento associados a vendas a crédito de bens e serviços. A marca Crédito y Caución também está presente em Espanha e no Portugal. No resto do mundo opera como Atradius. Com uma quota de mercado mundial de 24%, somos um operador global de seguro de crédito presente em 50 países. A nossa actividade consolida-se no Grupo Catalana Occidente.

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web usa cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

Marketing

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Necessárias

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Estadísticas

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Preferências

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.