O preço do petróleo terá impacto na Rússia

A Rússia conseguiu evitar a recessão em 2014. Contudo, deve preparar-se para uma tempestade económica inevitável em 2015, face à descida do preço do petróleo.

Madrid - 11-mar-2015

A Rússia evitou a recessão em 2014. A sua economia, dominada pelo gás e pelo petróleo, cresceu 0,6%, impulsionada pelo consumo privado, com o desemprego a atingir mínimos históricos de 4,9%, um excedente da balança corrente de 2,6% e uma dívida externa limitada a 34% do PIB. Em meados de janeiro de 2015, as reservas de divisas no Banco Central eram de 380.000 milhões de dólares, o que pressupõe 10 meses de cobertura das importações.

Em conjunto com estes números, que passam um retrato de solidez financeira e moderadamente positiva em 2014, existem sinais claros que indicam que a situação económica se está a deteriorar rapidamente. O investimento bruto caiu em relação a 2013. As reservas de divisas caíram mais de 20% em 2014, enquanto o Banco Central tentava, em vão, impedir a desvalorização do rublo, que perdeu quase 50% de seu valor em relação ao dólar, o que causou um aumento da inflação até alcançar quase 10% no final do ano. A bolsa de Moscovo caiu mais de 60%, ressaltando a gravidade da perda de confiança.

Este é apenas o começo. Prevemos que a economia russa caia entre 3,5% e 4% em 2015. A contração poderá ser inclusivamente mais impulsionada pelos três problemas económicos da Rússia: a falta de investimento, as sanções internacionais e o preço baixo do petróleo. A Rússia deve preparar-se para uma tempestade económica inevitável em 2015.

Os dados de 2014 destacam a falta crónica de investimento da economia russa. Este cenário já era evidente em 2013, antes da crise na Ucrânia, quando o aumento da saída de capital alcançou os 65.000 milhões de dólares. A Rússia precisa urgentemente de investimento para modernizar o seu setor energético. Os campos da Sibéria Ocidental, que representam 90% do petróleo russo, encontram-se em níveis máximos de produção. A exploração dos campos árticos exigiria um investimento de 700.000 milhões de dólares até 2035, segundo a Agência Internacional de Energia. Outros setores de produção também necessitam de investimento.

A intervenção russa na Ucrânia também gerou custos económicos. Não apenas de forma direta, associados ao envio ativo de tropas e à atenção às zonas da Crimeia e do Leste da Ucrânia, controladas pelos separatistas ucranianos, mas também derivado às sanções internacionais e, paradoxalmente, da própria resposta russa.

As sanções dos EUA e da União Europeia são dirigidas aos oficiais russos e às empresas de defesa e de energia, que enfrentam severas restrições de acesso à tecnologia e a financiamento externo. As sanções sobre as empresas do setor energético são as mais eficazes no curto prazo. Com o acesso bloqueado à tecnologia energética, e sem meios para a adquirir noutro lugar, o investimento em empresas russas está em perigo. Estas sanções estão a atacar o ponto fraco: o investimento.

No entanto, a maior ameaça para a economia russa é o contínuo declínio do preço do petróleo. O setor da energia é responsável por 30% do PIB russo, 70% das exportações e 50% das receitas do governo. O preço do petróleo caiu devido ao aumento da oferta para 50 dólares por barril. Espera-se que recupere até aos 75 dólares em 2015, mas estará ainda muito abaixo dos 95, valor com o qual a Rússia está a fazer a suas previsões económicas.

Por outro lado, a desvalorização do rublo aumenta preocupações sobre a inflação. A depreciação começou na primavera de 2014, quando a incerteza sobre a anexação da Crimeia aumentou a saída de capital. O Banco Central da Rússia tentou travar a desvalorização por meio de intervenções no mercado de divisas, gastando até ao início de 2015, mais de 95.000 milhões de dólares, 25% das suas reservas. Quando o preço do petróleo começou a cair, esta política tornou-se insustentável. A desvalorização do rublo atingiu 60%, o que encarece o custo das importações, especialmente de alimentos e laticínios, escassos, como resultado das sanções de resposta da Rússia. Para lidar com a ameaça da inflação, o Banco Central da Rússia aumentou as taxas de juros, que chegaram a atingir 17,5%, restringindo ainda mais os investimentos.

 

Preparando-se para a tempestade

A economia russa enfrenta 2015 com debilidade, afetada pelas sanções internacionais e pelos preços baixos do petróleo. É muito pouco provável que consiga evitar uma recessão e esta será significativa. Espera-se que o investimento diminua 16,5% e o consumo das famílias, que cairá 6%, não poderá manter a economia como em 2014. O setor externo vai proporcionar algum alívio, uma vez que a debilidade do rublo irá impulsionar exportações de setores não energéticos e levar a uma contração das importações de 30%, mantendo a conta corrente positiva. A partir de 2016 pode perceber-se alguma recuperação.

Estas previsões estão associadas a uma recuperação do preço do petróleo até aos 75 dólares, e ao abrandamento das sanções internacionais a partir do verão. Se não se verificar uma alteração no preço do crude, a economia russa pode ser muito mais afetada e a contração económica poderá chegar a 7% ou 8%. A pressão sobre o rublo pode agravar a situação, ou mesmo provocar o pânico na Banca, razão pela qual o Banco Central da Rússia continua a dedicar divisas para travar a desvalorização, mas esta despesa está a pressionar os níveis das reservas. No caso de esgotar-se, a Rússia não terá acesso a empréstimos de emergência, devido às sanções.

 

Sobre a Crédito y Caución

A Crédito y Caución  é um dos operadores líderes em seguro de crédito interno e de exportação em Portugal, com uma quota de mercado de 23%. A Crédito y Caución contribui para o crescimento das empresas, há mais de 85 anos, protegendo-as dos riscos associados às vendas a crédito de bens e serviços. Desde 2008 é o operador do Atradius em Portugal, Espanha e Brasil.

Atradius é o operador global de seguros de crédito, presente em 50 países, que tem acesso a informação de crédito em mais de 100 milhões de empresas em todo o mundo. O operador global consolida a sua actividade no âmbito do Grupo Catalana Occidente.

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web utiliza cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

 

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais
GPS youtube.com Regista um ID único em dispositivos móveis para permitir o rastreamento com base na localização geográfica do GPS. 1 dia HTTP
VISITOR_INFO1_LIVE youtube.com Procura estimar a largura de banda dos utilizadores em páginas com vídeos do YouTube integrados. 179 dias HTTP
1P_JAR youtube.com Este cookie fornece informações sobre a utilização do website pelo utilizador final e sobre a publicidade que o utilizador final viu antes de visitar o website. 2 anos HTTP
PREF youtube.com Regista um ID único que se usa para gerar dados estatísticos sobre como o visitante utiliza os videos do You Tube nos diferentes websites. 8 meses HTTP
IDE youtube.com Utilizado pelo Google DoubleClick para registar e comunicar a acção do utilizador do Website após visualizar ou clicar num dos anúncios do anunciante, com o objectivo de medir a eficácia de um anúncio e apresentar anúncios direccionados ao utilizador. 1 ano HTTP
YSC youtube.com Regista uma identificação única para obter informações estatísticas sobre os vídeos do YouTube que o utilizador visualizou. sessão HTTP

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais
a_sescyc creditoycaucion.es Este cookie é necessário para o serviço de balanceador de carga 1 dia HTTP
JSESSIONID creditoycaucion.es Cookie de servidor Web para manter o estado da sessão do visitante entre pedidos de páginas. sessão HTTP
NID google.com Necessário para o funcionamento do reCaptcha. Grava um código para evitar a usurpação de identidade do utilizador. 2 anos HTTP
TS# creditoycaucion.es Este cookie é necessário para o serviço de balanceador de carga. sessão HTTP

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais
_gat Script inline Usado pelo Google Analytics para reduzir a taxa de pedidos. 1 dia HTTP
_gat_UA-# Script inline Usado pelo Google Analytics para reduzir a taxa de pedidos. 1 dia HTTP
_gid googletagmanager.com Regista um ID único que se usa para gerar dados estatísticos sobre como o visitante usa o site. 1 dia HTTP
_ga googletagmanager.com Regista um ID único que se usa para gerar dados estatísticos sobre como o visitante usa o site. 2 anos HTTP
_gcl_au googletagmanager.com Usado pelo Google AdSense para experimentar a eficácia da publicidade em sites que utilizam os seus serviços. 3 meses HTTP

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais

Os cookies são pequenos arquivos de texto que as páginas web podem usar para tornar a experiência do usuário mais eficiente. A lei estabelece que podemos armazenar cookies no seu dispositivo se forem estritamente necessários para o funcionamento desta página. Para todos os outros tipos de cookies precisamos da sua permissão. Esta página utiliza diferentes tipos de cookies. Alguns cookies são colocados por serviços de terceiros que aparecem nas nossas páginas. A qualquer momento pode alterar ou retirar seu consentimento na "Declaração de Cookies" no nosso website. Saiba mais sobre quem somos, como pode entrar em contato connosco e como processamos os dados pessoais na nossa "Política de Privacidade".

 

O seu consentimento aplica-se aos seguintes domínios: www.creditoycaucion.es