The outlook for Slovakia, dependent on export performance

GDP growth in Slovakia will be lower in 2011 [3.3%] as a result of the governments austerity measures, introduced with the aim of reducing the public deficit to 4.9% of GDP this year.

Madrid - 18-mar-2011

The Slovakias once rigid economy, controlled by massive state intervention, has been transformed into an open economy with high foreign direct investment [FDI] inflows and export-oriented GDP growth. Slovakia has become the worlds top supplier of cars per capita due to its favourable business climate, characterised by low wage costs, tax breaks, and a skilled workforce. These factors have also attracted FDI in electronics, IT and engineering, but, with its very open economy and export dependency, Slovakia was hit hard by the global economic crisis, with real GDP contracting by 4.7% and exports declining 16.5% in 2009.

However, the recovery has turned out to be well above earlier expectations, with real GDP growth forecast to be 4% in 2010, due mainly to a rebound in exports - up 22% year-on-year in the period January-November 2010 - and the loose fiscal policy of the previous administration. The industrial production index [IPI] has increased 18.9% year-on-year in 2010. On the negative side, private consumption is hampered by the high unemployment rate - 14.1% in Q3 of 2010 - and the reluctance of the banking sector to grant new loans.

In general, the financial sector in the Slovak Republic remains robust. The largely privatised and foreign owned banks have weathered the credit crisis quite well, as they were less reliant on foreign funding than some other Eastern European markets.

Economic policy

Slovakia entered the Eurozone on 1 January 2009, following years of fiscal discipline that led to a public debt of only 32% of GDP in 2008. However, to mitigate the impact of the economic slowdown in the run-up to the 2010 general elections, the former government stepped up spending. The budget deficit increased to 7.4% of GDP in 2010, exceeding the European Monetary Union [EMU] target rate [Stability and Growth Pact] of 3%. The main challenge for the new administration is to reduce the budget deficit below 3% of GDP by 2013 and thus prevent an unacceptable accumulation of public debt, which had increased to 41% of GDP by the end of 2010. Therefore, in October 2010, the government approved austerity measures aimed at saving 1.7 billion Euros this year. These include, cuts in state spending, e.g. by reducing the number of civil servants and cancelling public projects, and tax rises, including a temporary VAT increase.

From 2002 until the outbreak of the economic crisis, exports soared thanks to record sales of cars, metals, machinery and furniture.  However, FDI-related imports increased even faster, causing large current account deficits.

The global recession had a drastic impact on Slovakias external accounts. Both imports and exports decreased sharply, but the net position remained more or less the same. External trade rebounded strongly in 2010, and the lower current account deficits will continue to be within the acceptable 2-3% of GDP-limits. Foreign direct investments [FDI] are easily able to cover those deficits. However, despite a recovery from the sharp decline in 2009, for the time being FDI inflows will not be as high as before the crisis.

Outlook

GDP growth will be lower in 2011 [3.3%] as a result of the governments austerity measures, introduced with the aim of reducing the public deficit to 4.9% of GDP this year. However, if the budget deficit is to be reduced below 3% of GDP by 2013, more austerity measures may be necessary. Whether these will include deeper structural changes to the tax and pension system is uncertain, as such measures would hurt a large section of the population at a time when the current government holds only a small majority in parliament.

In general, Slovakias overreliance on external demand poses a risk, as its export performance may be damaged by the austerity measures taken by some of its main trading partners in Western Europe. Having given up its monetary autonomy by joining the Euro, budgetary and incomes policies have become even more important in maintaining the competitive position of Slovak export industries, especially in the event that the Euro becomes too strong.

Mantenha-se informado. Receba a nossa Newsletter

Esta pagina web utiliza cookies

Utilizamos cookies de terceiros para fins analíticos (produzindo estatísticas baseadas nos seus hábitos de navegação), personalização (para lembrar o idioma ou as configurações preferidas da web) e publicidade comportamental (para desenvolver perfis e oferecer publicidade adaptada às suas preferências de navegação). Poderá configurar o uso desta tecnologia. Poderá também modificar ou retirar o seu consentimento a qualquer momento, clicando em "Declaração de Cookies".

 

Os cookies de marketing são utilizados para rastrear os visitantes dos sites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e atraentes para o utilizador individual e, por conseguinte, mais valiosos para os editores e anunciantes terceiros.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais
GPS youtube.com Regista um ID único em dispositivos móveis para permitir o rastreamento com base na localização geográfica do GPS. 1 dia HTTP
VISITOR_INFO1_LIVE youtube.com Procura estimar a largura de banda dos utilizadores em páginas com vídeos do YouTube integrados. 179 dias HTTP
1P_JAR youtube.com Este cookie fornece informações sobre a utilização do website pelo utilizador final e sobre a publicidade que o utilizador final viu antes de visitar o website. 2 anos HTTP
PREF youtube.com Regista um ID único que se usa para gerar dados estatísticos sobre como o visitante utiliza os videos do You Tube nos diferentes websites. 8 meses HTTP
IDE youtube.com Utilizado pelo Google DoubleClick para registar e comunicar a acção do utilizador do Website após visualizar ou clicar num dos anúncios do anunciante, com o objectivo de medir a eficácia de um anúncio e apresentar anúncios direccionados ao utilizador. 1 ano HTTP
YSC youtube.com Regista uma identificação única para obter informações estatísticas sobre os vídeos do YouTube que o utilizador visualizou. sessão HTTP

Os cookies necessários ajudam a tornar um site utilizável, ativando funções básicas como navegação na página e acesso a áreas seguras do site. O website não pode funcionar corretamente sem estes cookies.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais
a_sescyc creditoycaucion.es Este cookie é necessário para o serviço de balanceador de carga 1 dia HTTP
JSESSIONID creditoycaucion.es Cookie de servidor Web para manter o estado da sessão do visitante entre pedidos de páginas. sessão HTTP
NID google.com Necessário para o funcionamento do reCaptcha. Grava um código para evitar a usurpação de identidade do utilizador. 2 anos HTTP
TS# creditoycaucion.es Este cookie é necessário para o serviço de balanceador de carga. sessão HTTP

Os cookies estatísticos ajudam os proprietários dos sítios Web a compreender como os visitantes interagem com o sítio Web, recolhendo e fornecendo informações de forma anónima.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais
_gat Script inline Usado pelo Google Analytics para reduzir a taxa de pedidos. 1 dia HTTP
_gat_UA-# Script inline Usado pelo Google Analytics para reduzir a taxa de pedidos. 1 dia HTTP
_gid googletagmanager.com Regista um ID único que se usa para gerar dados estatísticos sobre como o visitante usa o site. 1 dia HTTP
_ga googletagmanager.com Regista um ID único que se usa para gerar dados estatísticos sobre como o visitante usa o site. 2 anos HTTP
_gcl_au googletagmanager.com Usado pelo Google AdSense para experimentar a eficácia da publicidade em sites que utilizam os seus serviços. 3 meses HTTP

Os cookies de preferências permitem que o site se lembre de informações que alteram a forma como o site se comporta ou é apresentado, tais como o seu idioma preferido ou a região em que se encontra.

Nome Fornecedor Finalidade Validade Tipo Informações adicionais

Os cookies são pequenos arquivos de texto que as páginas web podem usar para tornar a experiência do usuário mais eficiente. A lei estabelece que podemos armazenar cookies no seu dispositivo se forem estritamente necessários para o funcionamento desta página. Para todos os outros tipos de cookies precisamos da sua permissão. Esta página utiliza diferentes tipos de cookies. Alguns cookies são colocados por serviços de terceiros que aparecem nas nossas páginas. A qualquer momento pode alterar ou retirar seu consentimento na "Declaração de Cookies" no nosso website. Saiba mais sobre quem somos, como pode entrar em contato connosco e como processamos os dados pessoais na nossa "Política de Privacidade".

 

O seu consentimento aplica-se aos seguintes domínios: www.creditoycaucion.es